Idioma
Cliques
64
pt.news

Cardeal das Dubia, Brandmüller, se torna vítima da histeria dos abusos

O cardeal Walter Brandmüller, de 89 anos, acredita que a Igreja de hoje esteja "abalada até a sua base" devido ao abuso homossexual "em uma maneira quase epidêmica entre o clérigo, e até mesmo na hierarquia" - uma afirmação confirmada pela mídia da histeria, não por fatos.

[A Igreja de hoje está "abalada até a sua base" pelo colapso da liturgia e do emocionalismo teológico].

Escrevendo à revista mensal alemã Vatican Magazin, Brandmüller critica Francisco e seus antecessores por "não se oporem" à teologia imoral, incluindo a homossexualidade, embora Francisco ativamente promova tais coisas.

Aparentemente sem querer citar culpados, Brandmüller lista desertores esquecidos há tempos, como Josef Fuchs (+2005), Bernhard Häring (+1998), Franz Böckle (+1991) e Alfons Auer (+2005) como “os hereges realmente importantes”.

Um deles, Häring, foi saudado por Francisco em novembro de 2016 como "o primeiro a buscar uma nova maneira de ajudar a teologia [i]moral a florescer novamente."

Fotografia: Walter Brandmüller, © Manfred Ferrari, #newsHdzzorxdpd
Escreva um comentário