언어
클릭 수
48

19 DE MAIO - DIA DE SÃO IVO - JACAREÍ, 08.03.2009 - MENSAGEM DE SÃO IVO (DEFEITOS - VIRTUDES)

JACAREÍ, 08.03.2009 - MENSAGEM DE SÃO IVO (DEFEITOS - VIRTUDES)

JACAREÍ, 08 DE MARÇO DE 2009
FESTA DE NOSSA SENHORA DAS LÁGRIMAS
SANTUÁRIO DAS APARIÇÕES DE JACAREÍ - SP - BRASIL




MENSAGEM DE SÃO IVO
Comunicada ao Vidente Tadeu
“-Amados Irmãos... Eu, SÃO IVO, servo do SENHOR, de MARIA SANTÍSSIMA E DE SÃO JOSÉ, VENHO DO CÉU PARA ENSINAR-VOS A VERDADEIRA VIDA QUE AGRADA A DEUS, A VIDA DAS VIRTUDES, DO AMOR, E DA SANTIDADE.
PARA ALCANÇARDES A VITÓRIA SOBRE VÓS MESMOS E OS VOSSOS DEFEITOS, DEVEIS OPOR AOS VOSSOS DEFEITOS AS VIRTUDES OPOSTAS A ELES, CONTRÁRIAS A ELES.
Por isso, se o vosso maior DEFEITO É A PREGUIÇA, deveis opor a ela a VIRTUDE DOTRABALHO...
Se o vosso maior DEFEITO É A INVEJA, deveis opor a ela a VIRTUDE DASIMPLICIDADE E DA BONDADE...
Se o vosso maior DEFEITO É A SENSUALIDADE, deveis opor a ela, a VIRTUDE DA PUREZA, da CASTIDADE, da CONTINÊNCIA e da MORTIFICAÇÃO DOS SENTIDOS.
Se o vosso maior DEFEITO É A SOBERBA, deveis opor a ela, a VIRTUDE DA HUMILDADE.
Se o vosso maior DEFEITO É A CALÚNIA, deveis opor a este defeito a VIRTUDE DO SILÊNCIO.
Se o vosso maior DEFEITO É A GULA, deveis opor a este defeito a VIRTUDE DA ABSTINÊNCIA.
Se o vosso maior DEFEITO É A PRESUNÇÃO, deveis opor a este defeito a virtude daAUTO HUMILHAÇÃO.
Se o vosso maior DEFEITO É A REBELDIA E A DESOBEDIÊNCIA, deveis opor a este defeito, a VIRTUDE DA OBEDIÊNCIA, da PRONTIDÃO e da CONFORMIDADE.
ASSIM, PARA CADA DEFEITO QUE TENDES, DEVEIS OPOR A ELE A VIRTUDECONTRÁRIA.
Somente assim, exercitando as virtudes, fazendo violência e guerra contra vós mesmos, podeis cada dia mais: LIBERTAR-VOS DAS VOSSAS MISÉRIAS, FRAQUEZAS E DEFEITOS E AVANÇARDES NO CAMINHO DA PERFEIÇÃO, DA SANTIDADE, DO AMOR QUE AGRADA A DEUS...
Muitos vivem iludidos, pensando que basta apenas fazer algumas práticas de devoção diante de Deus e Ele se dará por satisfeito, mas sem fazer guerra contra os defeitos pessoais. Enganam-se! O SENHOR É SANTO! E nada de manchado pode entrar na Sua Morada no Céu.
SÓ ENTRARÃO NO REINO DO CÉU AQUELE QUE NESTA VIDA TIVEREM PELEJADO BRAVAMENTE CONTRA O MAIOR INIMIGO DE TODOS:
O PRÓPRIO ‘EU’, INCLINADO AO MAL E CORROMPIDO DEVIDO AO PECADO ORIGINAL.
Somente lutando contra o próprio ‘eu’, inclinado ao mal e corrompido devido ao pecado original.
Somente lutando contra o próprio ‘eu’, a alma poderá avançar cada dia mais na estrada da santidade e poderá ser agradável aos olhos de Deus.
Deveis lutar para conseguirdes esta perfeição, mas ninguém conseguirá ter um espírito decidido e uma vontade firme de fazê-lo se não REZAR.
REZAI O ROSÁRIO! E NÃO DEIXEIS DE REZÁ-LO POR NADA!
NO DIA EM QUE DEIXARDES DE REZAR O ROSÁRIO POR CAUSA DO EXCESSO DE SOLICITAÇÕES E DE AFAZERES TEMPORAIS QUE MUITAS VEZES PROGRAMAIS PARA VÓS, VOSSAS ALMAS PERDERÃO A BATALHA CONTRA OS VOSSOS DEFEITOS E CONTRA O DEMÔNIO QUE A TODO O MOMENTO VOS ESPREITA PARA VER O MOMENTO EM
QUE VÓS COCHILAIS E DEIXAIS DE REZAR PARA ENTÃO VOS FAZER CAIRDES EM ALGUM PECADO E PERDERDES A VOSSA SALVAÇÃO ETERNA.
MANTENDES SEMPRE UMA VIDA DE PROFUNDA ORAÇÃO, DE INTENSA ORAÇÃO E DE VIGILÂNCIA, SEMPRE FUGINDO DO MAL E PROCURANDO AQUILO QUE AGRADA A DEUS E A SUA MÃE.
Eu vos ajudarei e rogarei por vós no Trono do Senhor ... Também rogará comigo por vós, a bem aventurada AMÁLIA AGUIRRE, que vós hoje contemplais nesta festa da SENHORA DAS LÁGRIMAS.
Vede como ela sofreu, vede como foi vítima de tantas injustiças, de tantas calúnias, como a sua cruz foi pesada, como a sua cruz foi terrível... E, no entanto, ela carregou a sua cruz por amor a DEUS, e a SENHORA DAS LÁGRIMAS com PACIÊNCIA, com , com PERSEVERANÇA até o final e é por isso que conquistou uma coroa imperecível no Céu, porque ela muito amou.
Amou na cruz... Amou na dor... Amou na provação das aparências contrárias, amou no abandono da Terra, amou apesar de todas as coisas se mostrarem adversas a ela...
Por isso ela pode ajudar-vos muito, ela pode ensinar-vos a vida perfeita e santa que Deus e Sua Mãe esperam de vós.
Eu, IVO, vou rogar por vós intensamente no Trono do Senhor... E rogarei especialmente por ti Marcos, Meu querido amigo, a quem tanto amo, tanto protejo, defendo e acompanho. És meu! E assim, Eu também sou teu e juntos, num só coração, numa só alma vivamos para amar, agradar e glorificar a Deus.
Meu predileto, amo-te e abençôo-te agora e a todos os que sinceramente crêem nas Mensagens destas Aparições e se esforçam por pô-las em prática!
A Paz Marcos, a Paz a todos!...”




19 de maio

Santo Ivo Hélory de Kermartin

1253-1303
Ivo, ou melhor, Yves Hélory de Kermartin, filho de um nobre, nasceu em 17 de outubro de 1253, no castelo da família, na Baixa Bretanha, França. Educado e orientado por sua mãe, muito religiosa, até a idade de catorze anos, recebeu uma sólida formação religiosa e cultural. Nessa ocasião, decidiu continuar os estudos em Paris, acompanhado de seu professor, João de Kernhoz.

Os próximos doze anos foram dedicados aos estudos de teologia e filosofia na escola de são Boaventura e de direito civil e canônico, cursados na cidade de Orleans, junto ao famoso jurista Peter de la Chapelle. Era muito respeitado no meio acadêmico, por sua aplicação nos estudos e devido à sua vida de piedade muito intensa. Dessa forma, atender o chamado do Senhor pelo sacerdócio seria apenas uma questão de tempo para Ivo.

Atuou como destacado advogado, tanto na corte civil quanto na corte eclesiástica. Aos vinte e sete anos, passou a trabalhar para o diaconato da diocese de Rennes, onde foi nomeado juiz eclesiástico. Pouco tempo depois, o bispo o convocou para trabalhar junto dele na mesma função, mas antes o consagrou sacerdote.

Ivo, aos poucos, se despojou de tudo para se conformar de maneira radical a Jesus Cristo, exortando os seus contemporâneos a fazerem o mesmo, por meio de uma existência diária feita de santidade, no caminho da verdade, da justiça, do respeito pelo direito e da solidariedade para com os mais pobres.

Seus conhecimentos legais estavam sempre à disposição dos seus paroquianos, defendendo a todos, ricos e pobres, com igual lisura. Foi o primeiro a instituir, na diocese, a justiça gratuita para os que não podiam pagá-la. A fama de juiz austero, que não se deixava corromper, correu rapidamente e Ivo se tornou o melhor mediador da França, sempre tentando os acordos fora das cortes para diminuir os custos legais para ambas as partes.

Essa sua dedicação na defesa dos fracos, inocentes, viúvas e pobres lhe conferiu o título de "advogado dos pobres". Muitos foram os casos julgados por ele, registrados na jurisprudência, que mostraram bem seu modo de agir. Ficou constatado que, quando lhe eram denunciados roubos de carneiros, bois e cavalos, com a desculpa de impostos não pagos, Ivo ia pessoalmente aos castelos recuperar os animais. Famosa também era sua caridade.

Contam os devotos que ele tirava a roupa do corpo, mesmo no inverno, e ia distribuindo aos pobres e mendigos, indo para sua casa muitas vezes só com a camisa. Diz a tradição que, certa vez, deu sua cama a um mendigo que dormia na porta de uma casa e foi dormir onde dormia o mendigo.

Por tudo isso, sua saúde ficou comprometida. Em 1298, a doença se agravou e ele se retirou no seu castelo, o qual transformara num asilo para os mendigos e pobres ali tratados com conforto, respeito e fervor. Morreu em 19 de maio de 1303, aos cinqüenta anos de idade. O papa Clemente VI declarou-o santo 1347. Ele é o padroeiro da Bretanha, dos advogados, dos juízes e dos escrivães.