Idioma
Cliques
92
pt.news

Bispos modernos mentem como políticos: Wuerl nega ter negado [apesar de vídeo provando]

O cardeal de Washington, Donald Wuerl, reconheceu, em uma carta de 12 de janeiro, aos seus sacerdotes, que ele sabia sobre acusações de abusos contra o cardeal Theodore McCarrick já em 2004.

Wuerl explica que suas recentes negações de conhecimento sobre supostos delitos de McCarrick "dizem respeito apenas ao abuso sexual de menores".

Porém, em uma entrevista com a CBS News, em agosto de 2018 (vídeo abaixo), Wuerl foi questionado se ele estava a par de que McCarrick tivesse havido relacionamentos "com outros padres" [portanto, adultos].

Wuerl negou com um grande sorriso: "Não, não."

CatholicNewsAgency.com (14 de janeiro) ressalta que Wuerl também disse a uma rádio que ele não tinha ouvido falar de boatos sobre McCarrick envolvido em má conduta sexual.

Visto que a teologia moderna sorri ante o conceito de verdade, os bispos modernos não têm inibições para mentir à vontade.

Fotografia: Donald Wuerl, #newsPurneoyakx