Idioma
Cliques
107
pt.news

Os fatos escandalosos em Medjugorie são comparáveis aos abusos no Chile

O conhecido mariano padre Manfred Hauke acusou a Santa Sé de virar as coisas de ponta-cabeça em relação às supostas aparições de Medjugorje.

Hauke, que leciona em Lugano - Suíça, ressaltou ao Die-Tagespost.de (1º de agosto), que o Vaticano está separando a verdade das mensagens e medidas pastorais: "Primeiro se deve perguntar sobre a autenticidade, e só então pode-se dar uma resposta pastoral."

Além disso, uma comissão de Medjugorie vazou à imprensa que o Vaticano pretende reconhecer as primeiras sete aparições, que aconteceram nos primeiros dez dias dos eventos. Porém, de acordo com Hauke, ocorreram 17 ou 18 aparições nos primeiros dez dias.

Ele também critica que o Vaticano está tentando, sistematicamente, ignorar os escândalos morais que dizem respeito às supostas aparições:

"Esses fatos escandalosos são comparáveis com os abusos [homossexuais] no Chile: A Santa Sé somente interveio quando (2018) a verdade já não podia mais ser escondida."

#newsDwmzxjtsgz

Escreva um comentário