Cliques81
pt.news

O dinheiro alemão fará o "papa dos pobres" abolir o celibato?

"Talvez logo teremos mais sacerdotes casados", disse Thomas Sternberg a DomRadio.de (10 de março). Segundo ele, "muita coisa mudou" no Vaticano.

Sternberg é o presidente do anticatólico Central Committee of German Catholics [Comitê Central dos Católicos Alemães], um grupo de representantes leigos, oficialmente reconhecido pelos bispos, que em 2015 votou a favor de abençoar pseudo-casamentos homossexuais.

O grupo pressiona a introdução, na Igreja Católica, das mesmas novidades que levaram a destruição às igrejas estatais protestantes.

Agora, uma "fonte próxima à hierarquia alemã" disse a Edward Pentin (NCRegister.com, 11 de março), que os comentários de Sternberg selam o resultado do sínodo pan-amazônico: "Após o sínodo, teremos padres casados".

A fonte explica isso com a "influência" da Igreja alemã [especialmente em termos de dinheiro].

Fotografia: © Mazur/catholicnews.org.uk, CC BY-SA, #newsOaowslhysm