Clicks68
pt.news

Hospital católico se recusar a mutilar mulheres: condenado!

Uma mulher se passando por homem e chamando a si mesma de “Evan Michael Minton” pode processar o hospital Mercy San Juan, em Sacramento, por ter negado uma histerectomia, relatou SacBee.com em 18 de setembro.

O hospital pertence ao grupo vagamente católico “Dignity Health”, que gerencia quase 300 hospitais nos EUA.

O procedimento foi cancelado após Minton mencionar a uma enfermeira ser “transgênero”, mas Dignity Health rapidamente arranjou uma mutilação no Hospital Metodista de Sacramento.

Dignity Health argumentou que hospitais católicos não realizam procedimentos de esterilização para nenhum paciente, a menos que exista uma séria ameaça à saúde do paciente [como câncer].

No entanto, Stuart R. Pollak, um juiz de São Francisco, afirmou que Minton sofreu “discriminação”.

#newsKytfhjifxp