Idioma
Cliques
1,4 mil
Rodrigo†

Promova em sua cidade! Campanha do IPCO

Mitos e verdades sobre o desenvolvimento sustentável.

Livro: Ambientalismo: Preservação da Natureza ou Cavalo de Troia? – Considerações sobre o Código Florestal

Ambientalismo: uma “nova religião”?

… A Carta da Terra pretende substituir os Dez Mandamentos. Como um novo Moisés, Gorbachev (ex-primeiro ministro soviético) anunciou a Carta da Terra: “O manifesto de uma nova ética para o novo mundo: o Decálogo da Nova Era. É a base de um novo código universal de conduta, que deve reger o mundo a partir de 2000. Esses novos conceitos devem ser aplicados a todo o sistema de ideias, moral e ética e proporcionar uma nova forma de vida. O mecanismo que usaremos será a substituição dos Dez Mandamentos pelos princípios contidos na presente Carta ou Constituição da Terra”.

… Divinizar a natureza é a meta dos ambientalistas “panteístas”. O Sr. José Lutzemberg, ex-Secretário do Meio Ambiente e um dos líderes desse grupo explica essa concepção no artigo “Gaia, O planeta vivo”: “A diferença entre os biólogos convencionais, apenas científicos, e os ecologistas está na veneração. Para o ecologista a natureza não é simples objeto de estudo e manipulação, é muito mais, ela é algo de divino; não tenham medo desta palavra, é sagrada. E nós humanos somos apenas parte dela”.

… E que ambientalistas notórios revelam seus objetivos: socialismo, igualitarismo, miserabilismo, catastrofismo e totalitarismo.

Hugo Chávez, presidente da Venezuela (Declarações na COP-16, em Cancún): “Os países capitalistas são os maiores assassinos do clima”.

Evo Morales, presidente da Bolívia (Entrevista coletiva na COP-15, em Copenhague): “Se quisermos salvar a Terra e a humanidade, não temos alternativa a não ser acabar com o sistema capitalista”.

Carlos Walter Porto-Gonçalves, geógrafo: “A questão ecológica é fundamental no debate sobre Reforma Agrária. O aquecimento global acaba criando uma oportunidade fantástica. O campesinato, assim como as populações indígenas, passam a adquirir papel central no debate sobre o futuro da humanidade. Os males que nós estamos vivendo derivam todos do capitalismo.

Leonardo Boff, ex-frade, teólogo da libertação (Uma Silva sucessora de um Silva? – Agência Adital): “A roda do aquecimento global não pode mais ser parada. A Terra como conjunto de ecossistemas já se tornou insustentável, porque o consumo humano, especialmente dos ricos que esbanjam, já passou em 40% de sua capacidade de reposição. Esta conjuntura pode levar a uma tragédia ecológico-humanitária de proporções inimagináveis e, até pelo final do século, ao desaparecimento da espécie humana”.

As fontes das citações desse folheto encontram-se no livro AMBIENTALISMO – Preservação da Natureza ou Cavalo de Troia? Considerações sobre o Código Florestal

Você vai se deixar enganar por este Cavalo de Troia?

O enorme cavalo de madeira – deixado como presente pelos gregos aos troianos, com quem guerreavam – entrou para a legenda como cavalo de Troia. Em vez de presente, tratava-se na verdade de uma armadilha. Os guerreiros escondidos no bojo do artefato, uma vez dentro da cidade inimiga, “apearam” durante a noite e abriram as portas da praça forte para os combatentes gregos.

Hoje, a ecologia radical – que se revela como uma inquietante “religião ecológica” – desencadeou uma psicose ambientalista que espera enganar a todos. Sob o pretexto de salvar a natureza, ela espalha mentiras, ameaça o bem estar e o enriquecimento legitimo do povo brasileiro. Assim como compromete a missão de nossa pátria de suprir alimentos para o mundo.

E ademais,o que é mais grave, viola o direito de possuir os frutos do próprio trabalho, ou seja viola o direito de propriedade.

Você sabe o que se esconde atrás dessas ONGs e da paranóia ambientalista? O que se oculta no bojo desse cavalo de Troia? Você sabe quais são os meios empregados para subverter a sociedade e destruir o que ainda resta da Civilização Cristã?

Não se deixe enganar pela nova “religião ecológica”. Leia o livro:

Ambientalismo – Preservação da Natureza ou Cavalo de Troia?

Considerações sobre o Código Florestal

Participe dessa Campanha Paz no Campo, juntamente com o Instituto Plinio Corrêa de Oliveira.

Entre nos sites:

www.ipco.org.br

www.paznocampo.org.br