Idioma
Cliques
63
pt.news

A razão pela qual as finanças do Vaticano não funcionam com Francisco

O blog de Marco Tossatti (27 de fevereiro) explicou por que as finanças do Vaticano ainda estão uma bagunça: "Porque Francisco não faz esforço para entender e analisar o problema; ele escuta, dá uma ordem e vai embora. Logo, quando ele lê nos jornais sobre os inevitáveis escândalos que surgem em função disso, se irrita". O artigo lista as principais falhas de Francisco:

- partiu em dois a Secretaria de Estado, impondo o cardeal Pell como um forte homem paralelo das finanças, mas que não tinha nenhuma experiência neste campo;
- nomeou o incompetente e comprometido monsenhor Mario Battista Ricca como prelado do Bando do Vaticano, um cargo importante que deveria garantir o vínculo entre a administração do banco e o conselho de cardeais;
- nomeou pessoalmente Francesca Chaouqui e o monsenhor Lucio Ángel Vallejo Balda a importantes instituições financeiras;
- sem respeitar os procedimentos necessários, mudou pessoas como Mammì e Mattietti na administração do Banco do Vaticano;
- se negou a ouvir o auditor Milone quando o mesmo queria explicar o que havia descoberto;
- se recusou a investigar a função da Autoridade de Informação Financeira do Vaticano, embora tenha recebido advertências;
- pediu pessoalmente ao banqueiro italiano Carlo Salvatori que se retirasse do conselho de administração do banco, porque Salvatori havia feito muitas perguntas;
- pressionou Mary Ann Glendon para apresentar sua demissão do conselho de superintendência do banco.

Fotografia: © Mazur, catholicnews.org.uk, CC BY-NC-SA, #newsSynrvgehmu
Escreva um comentário