Clicks117
pt.news
1

Deputado comunista impenitente re-admitido ao sacerdócio

O comunista italiano Eugenio Melandri, de 71 anos, foi re-admitido como padre por Zuppi, o ativista gay e neo-cardeal de Bolonha.

Melandri entrou na comunidade dos xaverianos em 1974. Em 1989, ele foi eleito como um deputado comunista no parlamento europeu. Isso causou o seu afastamento do estado clerical.

Pelo menos ele não banca a vítima: "Não é verdade que a Igreja me expulsou". Mas: "eu fiz uma escolhe, e sabia que haveria consequências", disse ele a uma estação de TV local.

Melandri foi um comunista com a Democracia Proletária quando cristãos estavam morrendo em gulags comunistas.

Em 1992, ele foi eleito parlamentar italiano pela Rifondazione Comunista, um partido que promove o ódio pela religião, o aborto, o pseudo-casamento gay, a imigração em massa e a legalização de drogas.

Em 2018, Melandri descobriu que sofria de um câncer de pâncreas. Ele pediu que os xaverianos o re-admitissem e ele foi aceito.

No mesmo ano, ele participou com eles em uma Eucaristia em Santa Marta. Os xaverianos o apresentaram a Francisco como alguém que tinha deixado o sacerdócio, mas "sempre continuou a trabalhar conosco" e a fazer as "mesmas coisas" que fazia antes.

Em novembro de 2018, Melandri postou uma foto sua com o ditador Fidel Castro. Ele nunca se arrependeu do seu malvado passado político.

No entanto, ele escreveu: "Eu não sei quando retornarei a celebrar a Eucaristia. Eu quero passar algum tempo orando e me preparando para chegar tão dignamente quanto possível a este momento".

#newsPzizpopdaz