Clicks113
pt.news

Ex-sacerdote se torna episcopal, vive em união homossexual e ainda é defensor do vínculo em tribunal católico

O ex-sacerdote Jack Anderson renunciou como defensor do vínculo na diocese de Wilmington - Delaware (EUA), em 16 de setembro.

Ele se demitiu um dia após George Neumayr (Spectator.org, 15 de setembro) expor o seu background. Anderson deixou o sacerdócio anos atrás e contraiu um pseudo-matrimônio gay com Ted Olson, também ex-sacerdote em Wilmington, o qual se tornou episcopal após 25 anos em ministério sacerdotal.

Em maio de 2014, o próprio Anderson se tornou episcopal. Apesar disso, ele trabalhava para o tribunal de matrimônios de Wilmington. O responsável pelo tribunal é o bispo de Wilmington, Francis Malooly, de 75 anos, que, em 2008, deu Comunhão a Joseph Biden, que viria a ser vice-presidente dos EUA, pró-morte.

Anderson é um bom amigo do bispo pró-gay de Scranton, Joseph Bambera, de 63 anos, que é mencionado como um possível sucessor do arcebispo de Filadélfia, Charles Chaput, de 74 anos.

Anderson e Bambera são amigos desde os tempos de seminário e colaboraram como padres. Em 2012, Anderson desafiou Bambera a revelar publicamente a sua “posição pessoal” em relação ao casamento gay. Neumayr insinua que Anderson “pode ter algo sobre Bambera”.

#newsLjnvalnxin