Idioma
Cliques
96
pt.news

Hóspede judeu remove crucifixo de sala da Igreja - diocese mantém silêncio

Um crucifixo foi removido da parede por um hebreu convidado para uma "conferência interreligiosa" em Piacenza - Itália. Os retratos do Papa Francisco e do bispo Gianni Ambrosio (de Piacenza-Bobbio), permaneceram em seus lugares, embora eles vestissem cruzes peitorais.

O episódio ocorreu durante os ensaios do coro judeu Qol HaQolot. O crucifixo foi deixado entre um monitor e um radiador, sobre cabos de TV sujos.

O monsenhor Pier Luigi Dallavalle, o diretor diocesano do Escritório para o ecumenismo, o diálogo interreligioso e relações com os judeus, notou o que aconteceu e não interveio, dando precedência a "diálogo" do que a Jesus Cristo.

O rabino Elia Richetti, um dos palestrantes do evento, posteriormente se desculpou pelo incidente.

Fotografia: Screenshot liberta.it, #newsHzwnkcqqep