Clicks102
pt.news

Sacerdote holandês removido após criticar fornicação homossexual

O padre Marc Massaer deixará sua paróquia Sint-Christoffel, em West Maas en Waal - Holanda, em 1º de julho.

O pano de fundo: Massaer foi atacado pela mídia oligárquica pró-gay após criticar, em 26 de dezembro, a "doutrinação de ideologia de gênero" e chamar a homossexualidade de "radicalmente oposta à ordem da criação."

Ele pertence à diocese de ’s-Hertogenbosch. Essa diocese, previamente conservadora, é liderada, desde 2016, pelo bispo pró-gay Gerard de Korte, de 63 anos.

Massaer foi ordenado por seu bispo a deixar, com pouco pré-aviso, e a publicar - ele próprio - a notícia no website da paróquia em 7 de maio.

Fotografia: Gerard Johannes Nicolaus de Korte, © Sjouker, CC BY-SA, #newsYlgupeadea