Idioma
Cliques
78
pt.news 1

Cardeal De Kesel quer que a Igreja aceite a fornicação homossexual

“A Igreja deve respeitar mais os homossexuais - também em sua experiência de sexualidade”, disse em 24 de abril o cardeal de Bruxelas, Jozef De Kesel, um inimigo da Igreja, durante um encontro com o grupo homossexual “HLWM”.

De acordo com a página de propaganda gay hlwm.be, De Kesel alegou que a condenação de atos homossexuais “não é mais sustentável”.

De Kesel referiu-se às palavras de Francisco - “Quem sou eu para julgar” - quando se deparou com acusações homossexuais contra um de seus colaboradores. Segundo De Kesel, tais palavras seriam impensáveis “dez anos atrás” [quando Bento XVI estava no cargo].

De Kesel admitiu que ele próprio, vinte anos atrás, teria falado diferentemente sobre a homossexualidade e teria seguido o ensinamento do Novo Testamento e da Igreja.

Segundo De Kesel, a [decadente] Igreja na Europa “mudou para melhor”, mas a Igreja da Europa Oriental, África e Ásia “ainda não está incluída” nessa mudança “para melhor”.

Fotografia: Jozef De Kesel, © wikicommons, CC BY-SA, #newsWvtkvixdma