Clicks95
pt.news

Francisco quer "diálogo" - sinceramente?

"Eu oro que não existirão cismas, mas sim diálogos", disse Papa Francisco durante o seu voo de Moçambique para Roma.

Em 11 de setembro, Marco Tosatti ressaltou que essa é "a mesma pessoa" que categoricamente recusou um diálogo com os cardeais das Dubia.

Tosatti faz a pergunta retórica: quantas respostas foram recebidas por quem escreveu para Francisco privadamente ou o enviou petições e pedidos filiais?

Portanto, "a explicação mais caridosa" para a oração de Francisco por diálogo é "distância da realidade", explica Tosatti.

Ele nota em Francisco uma inabilidade de avaliar críticas de forma fria e destacada, sem imediatamente se sentir atacado. Ele relembra a carta assinada por mais de dez cardeais antes do Sínodo para a Família, a qual provocou em Francisco um ataque de cólera.

Fotografia: © Mazur, CC BY-NC-SA, #newsMeubieozui