Idioma
Cliques
52
pt.news

Núncio tentou em vão se esquivar da polícia

O arcebispo Ettore Balestrero, ex-núncio colombiano, depois que soube que a polícia estava atrás dele, em setembro de 2017, parou de usar seu telefone habitual e comprou cartões SIM colombianos para se comunicar com seu irmão, que utilizava linhas telefônicas de hotéis, em uma tentativa fracassada de evitar a vigilância por telefone por parte da polícia italiana.

A polícia interceptou também uma longa ligação telefônica de Balestrero ao cardeal Mauro Piacenza, da Cúria, de quem ele pensava receber conselhos espirituais.

Balestrero é investigado por lavagem de dinheiro. Os quatro milhões de euros que ajudou a transferir à Itália foram usados para comprar um resort de natação em Gênova, o maior da Europa.

Fotografia: Ettore Balestrero, #newsXnbxcpixmp
Escreva um comentário