Idioma
Cliques
133
pt.news

Cardeal Eijk: "Papa Francisco completamente incompreensível"

O desejo de Papa Francisco de que os bispos alemães procurem chegar à unanimidade em relação à aceitação da comunhão para protestantes, é "completamente incompreensível", segundo o cardeal Willem Wijk, de Utrecht - Holanda.

Escrevendo em ncregister.com (7 de maio), Eijk declara o óbvio, que mesmo que todos os bispos alemães "concordem" com a comunhão protestante, ela ainda é contrária à Fé.

"A prática da Igreja católica, baseada na fé, não é determinada e não muda por estatísticas quando a maioria de uma conferência episcopal vota em favor dela, nem mesmo se o fizer de forma unânime."

Eijk acusa Francisco de "falhar em proporcionar clareza". Ele conclui: "Uma grande confusão está criada entre os fiéis, e a unidade da Igreja está em perigo".

O cardeal ressalta que o truque do caso individual [de Francisco] vai levar a todos os protestantes [ou muçulmanos] receberem a Comunhão.

"A experiência geral com este tipo de ajuste é de que os critérios são rapidamente ampliados."

Na Alemanha, foi um consenso tácito, por décadas, não só permitir que protestantes recebessem a Comunhão, mas também convidá-los a fazê-lo.

Fotografia: Willem Eijk, #newsRikhzryxnl