Idioma
Cliques
29
pt.news

Cardeal Ouellet confunde os fatos: se transforma em acusador de Francisco

Em sua dura resposta, em 7 de outubro, ao denunciante Viganò, o cardeal da Cúria, Marc Ouellet, confundiu os fatos.

Ele afirma que Papa Francisco esqueceu a informação que obteve de Viganò sobre o cardeal McCarrick porque, no mesmo dia, ele recebera muitos outros núncios e ficara sobrecarregado de informações.

Isso não é verdade. Viganò não informou Francisco sobre o cardeal McCarrick em 21 de junho, quando os dois se encontraram pela primeira vez no contexto de uma grande audiência para muitos núncios, mas sim dois dias depois, em 23 de junho, quando uma audiência privada foi concedida a Viganò.

A segunda audiência ocorreu desde após a Missa de Domingo de Francisco até o Angelus às 12h - e durou quarenta (!) minutos. Essa foi a única audiência que Francisco concedeu naquela manhã.

Consequentemente, a apologia de Ouellet se transforma em uma acusação: Ouellet admite que Francisco foi informado sobre McCarrick e que não existe razão para ele ter "se esquecido" da informação explosiva recebida de Viganò.

Fotografia: © Mazur/catholicnews.org.uk, CC BY-NC-SA, #newsSdwixuqznr
Escreva um comentário