Clicks63
pt.news

Bispo se torna vítima de ódio e intolerância homossexual

O bispo neoconservador de Providence (EUA), Thomas Tobin, criticou os eventos do chamado "Pride Month" [Mês do Orgulho]. Ele lembrou católicos para não apoiarem ou atendê-los.

Tobin explicou no Twitter (1º de junho): "Eles promovem uma cultura e encorajam atividades que são contrárias à fé e à moral católica".

"Eles são especialmente danosos às crianças", ressaltou ele em uma linguagem bastante suave e delicada.

O seu tuíte atraiu, em um dia, mais de 19.000 comentários. A maioria deles foi escrita por homossexuais cheios de ódio, raiva e intolerância. Eles atacaram Tobin em um nível pessoal e até mesmo pronunciaram ameaças criminosas.

#newsPvkeuruige