pt.news
1304

Vacinações forçadas: o Estado toma conta de nossos corpos - Bispo Schneider

Aceitar injeções contra a covid contaminadas com aborto é uma maneira de “normalizar o horror do genocídio”, disse o bispo Athanasius Schneider a RemnantNewspaper.com (7 de janeiro), acrescentando que “a Igreja” participa disso.

Schneider chama a indústria fetal de “canibalismo” porque explora e comercializa a carne de crianças assassinadas.

Ele lembra que as vacinas contra a Covid são “experimentais” e que seus produtores não são responsabilizados pelos efeitos negativos.

Os métodos usados para impor as vacinas contra a Covid são, para Schneider, os de uma "verdadeira ditadura" que se baseia na mentira e no assassinato. Os seres humanos sem vacina tornam-se "cidadãos de segunda classe" que não têm permissão para entrar em certos lugares.

Ele comparou essas medidas ao apartheid na África do Sul e ao nacional-socialismo. As vacinas obrigatórias significam que "o Estado está se apropriando do nosso corpo, que é templo do Espírito Santo".

#newsXoerhliqol

16:09