Clicks128
pt.news

Bispos irlandeses fazem uma descoberta interessante

Os quatro arcebispos da Irlanda declararam que o ministro da Saúde Stephen Donnelly “clandestinamente” tornou a participação nas missas diária e dominical uma ofensa criminal, com punição de até cinco anos de prisão.

Eles pediram a suspensão da "medida draconiana", descrevendo-a como uma quebra de confiança, escreveu irishtimes.com (18 de abril). A Igreja irlandesa pede uma reunião urgente com Donnelly, busca um advogado e solicita "a suspensão deste instrumento legal duro e pouco claro”.

A medida era clandestina porque o governo assinou a lei em 12 de abril sem um anúncio e a colocou nos estatutos em 13 de abril.

Em 14 de abril, essa mudança foi usada contra Declan Ganley do Partido Libertas, que está contestando a proibição da missa na Irlanda. Um dia depois, Micheal Martin, primeiro-ministro irlandês, encontrou vários bispos, mas não os informou sobre a lei antimissa.

Somente em 16 de abril é que a lei se tornou conhecida, quando um professor de direito do Trinity College a postou no twitter.com.

#newsAcueewivib