pt.news
83

Papa egípcio se distancia da "religião abraâmica" de Francisco

A ideia [de Francisco] de uma religião abraâmica compreendendo judaísmo, cristianismo e islamismo indiscriminadamente é “categoricamente inaceitável”, disse o papa copta Tawadros II à TV estatal egípcia (7 de janeiro).

O conceito de "religião abraâmica" nega as três religiões monoteístas, explica Tawadros. Para ele, trata-se de uma "ideia política" usada para confundir as diferenças entre judaísmo, cristianismo e islamismo.

As religiões são “como as cores, não podem ser alteradas ou substituídas por inovação ou adição de informações falsas às constantes de uma determinada religião”, explicou Tawadros.

Ele declarou ainda que o sacerdócio está reservado apenas aos homens, segundo a vontade de Cristo que escolheu os seus apóstolos entre os homens, e que nem mesmo Nossa Senhora "queria ser sacerdotisa".

Fotografia: Tawadros II of Alexandria, 2019 © OSCE, CC BY-SA, #newsSxsfgdkfdz