pt.news
219

Vítima de abuso sexual por jihadistas: jesuíta mártir NÃO será beatificado

A beatificação do jesuíta holandês secularizado Frans van der Lugt, assassinado por jihadistas patrocinados pelo Ocidente na Síria em 2014, está fora de questão.

O motivo: ele não queimou incenso suficiente no altar da farsa de abuso. Como diz CruxNow.com (22 de janeiro)" “Por volta de 2009 ou 2010, Van der Lugt é acusado de ter feito declarações banais sobre abuso sexual dentro da Igreja Católica”.

Quando perguntado por europeus que visitavam os jesuítas em Homs, na Síria, ele [que vivia em constante perigo mortal] disse que achava exagerada a atenção aos abusos da Igreja. Ele também questionou criticamente o impacto que o abuso teve nas vítimas, bem como sua credibilidade – embora, sem questionar, as verdadeiras vítimas não possam ser distinguidas das fingidas.

Van der Lugt, que esteve no Oriente Médio desde 1964, nunca endossou a propaganda ocidental contra o governo secular do presidente Al-Assad. Ele foi morto a tiros em Homs em 7 de abril de 2014, quando os jihadistas controlavam a cidade.

#newsXaofzpjoqv