Clicks13

Que triste! Coronavirus, santuário de Lourdes fecha todas as piscinas e ativa uma equipe para verificar as peregrinações

A que ponto chegou, fechar o lugar onde anos, pessoas sãs e muitos doentes são mergulhadas e nunca houve um só caso de ser passada nenhuma doença de um peregrino enfermo para outro não enfermo.

Coronavirus, santuário de Lourdes fecha todas as piscinas e ativa uma equipe para verificar as peregrinações

Cidade do Vaticano - O santuário de Lourdes, na França, fechou todas as piscinas e começou a monitorar todas as peregrinações para evitar infecções por coronavírus. Uma medida drástica veio após a declaração do ministro da Saúde francês que proibiu todos os comícios públicos com mais de 5.000 pessoas. As autoridades do santuário mariano se adaptaram, espalhando imediatamente as últimas disposições em todo o mundo.

As peregrinações continuarão e não serão interrompidas, mesmo que ocorram sob os olhos de uma equipe de vigilância médica chamada para supervisionar as condições gerais. «Até o momento, continuaremos a recepção de grupos e indivíduos. Mas, por precaução, as piscinas foram fechadas até novo aviso ». A temporada de grandes peregrinações vai estrear no Domingo de Ramos, 5 de abril. "Vamos adaptar todas as medidas de acordo com a evolução da situação e as entregas que receberemos do Ministério da Saúde".

Enquanto isso, as estruturas do santuário mariano se equiparam com procedimentos de emergência para verificar se há pacientes ou prestadores de cuidados que apresentam sintomas semelhantes aos do vírus. "Temos todo material de proteção."

Lourdes é o terceiro maior santuário do mundo em comparecimento, depois de Guadalupe (cerca de 20 milhões de pessoas por ano) e Aparecida, no Brasil (oito milhões). Em Lourdes, apesar do declínio nos últimos anos, é de cerca de 6 milhões de admissões. De um estudo realizado há dois anos pela Unitalsi sobre o identikit do peregrino, surgiu um aumento nas visitas de pessoas que sofrem de doenças neurológicas e psiquiátricas, vícios e depressão.

Em 1858, Nossa Senhora apareceu 18 vezes naquele lugar para Bernadette Soubirous, de 14 anos, revelando-se como "Imaculada Conceição".

No local das Aparições, na gruta de Massabielle, surgiu a fonte de água conhecida em todo o mundo e considerada milagrosa.

Até agora, a igreja reconheceu oficialmente 70 curas cientificamente inexplicáveis. Ao lado do chamado "recinto sagrado" na gruta das aparições, três grandes basílicas e piscinas para os doentes se levantaram para receber os peregrinos.

A festa de Nossa Senhora de Lourdes é comemorada em 11 de fevereiro, o dia da primeira aparição.

www.ilmessaggero.it/vaticano/coronavirus_lou…
Melinda Me
Que triste! Coronavirus, santuário de Lourdes fecha todas as piscinas e ativa uma equipe para verificar as peregrinações