pt.news
92

A mente de Francisco: bispos eslovenos querem "proibir totalmente a Missa Romana!"

“O rito pré-conciliar deve ser totalmente proibido”, escreveu o secretário-geral da Comissão Episcopal Eslovena de Liturgia, o rígido padre Slavko Krajnc – um sacerdote que se veste como uma Testemunha de Jeová – em uma carta ao grupo de Missa Romana de São José em Ljublijana (Rorate -caeli.Blogspot.com, 14 de janeiro).

O clérigo inunda os fiéis simples com uma série de acusações: “cansaço e incompreensão da liturgia pós-conciliar”, “desobediência”, “apostasia”, criação de uma “Igreja paralela”. No entanto, ele deve admitir que “um número crescente de jovens” é atraído pelo que ele chama de “'independência litúrgica', o que pode gerar uma confusão ainda maior no futuro trabalho pastoral”.

Krajnc está feliz com o legalista e impiedoso Francisco que "finalmente tomou uma ação decisiva e deixou claro que deseja abolir a 'Igreja paralela e as liturgias paralelas'".

Bastidores: Apesar de muitos pedidos de padres e leigos, os bispos eslovenos desobedeceram o Summorum Pontificum de Bento XVI e permitiram apenas uma Missa Romana por mês. Depois de Traditionis Custodes, o celebrante foi substituído por um sacerdote cisterciense que não elevava o cálice após a consagração e empurrava a Comunhão nas mãos das pessoas etc. O resultado: Em três meses, a frequência caiu de mais de 300 para cinco.

Fotografia: AdDominum.si, #newsSsndxfxupo