Clicks75
pt.news

Sacerdócio amazônico "nega caráter sacramental do sacerdócio católico"

É lógico que o padre vive uma vida de celibato porque ele age "na pessoa de Cristo", que era celibatário, disse o cardeal Walter Brandmüller, de 91 anos, a IlGiornale.it (16 de janeiro).

Um "conceito meramente sociológico do sacerdócio" está, para ele, por trás da ideia de introduzir um clero casado "em algumas regiões".

Esse conceito "nega o caráter sacramental e sobrenatural do sacerdócio católico".

Brandmüller pede a Francisco que não se esqueça da palavra do Senhor aos seus apóstolos:

"Se alguém vem a mim e ama o seu pai, sua mãe, sua mulher, seus filhos, seus irmãos e irmãs, e até sua própria vida mais do que a mim, não pode ser meu discípulo" (Lucas, 14:26).

Fotografia: Walter Brandmüller, #newsUrrauzvawd