pt.news
358

Fréjus-Toulon esclarece: Vaticano não impôs "nenhuma sanção"

O padre Carlos Hamel da chancelaria da diocese de Fréjus-Toulon - França, corrigiu em Rorate-Caeli.Blogspot.com (24 de setembro) as notícias recentes sobre as medidas contra os católicos de Rito Romano na diocese.

Essas medidas “não são sanções 'impostas' pela Congregação dos Bispos, mas decisões tomadas pelo bispo e transmitidas à Congregação”, insistiu Hamel.

Segundo ele, não há "visitação" programada para as comunidades da diocese: "o que o bispo quer é um relatório sobre a situação de cada comunidade ('état des lieux')". E: "Não há comissários do Vaticano visitando as comunidades".

Hamel acrescentou que pode haver visitas encomendadas pelo bispo ou pela Santa Sé no futuro e que a diocese realmente falou sobre “visitantes”.

Ele também esclareceu que todos os padres que trabalham na diocese são esperados [ao contrário do Direito Canônico] para copresidir à Missa Crismal e usar o Novus Ordo quando necessário, esta tem sido a política oficial da diocese desde pelo menos 2020 (e extra-oficialmente antes disso).

As informações publicadas no site diocesano foram entendidas de outra forma (e.g. Diane Montagna, abaixo).

#newsKwgcksvfnm