pt.news
56

Do que o cardeal Zen é acusado?

O cardeal Zen foi preso em 11 de maio porque era administrador do 612 Humanitarian Relief Fund de Hong Kong, que encerrou as operações em outubro de 2021.

Três outros curadores também foram brevemente detidos: a cantora Denise Ho Wan-see, o acadêmico Hui Po-keung, a ex-deputada Margaret Ng Ngoi-yee.

GlobalTimes.cn (12 de maio) escreve que o fundo é acusado de "conluio com forças estrangeiras" e apoio a desordeiros violentos na "revolução colorida" de Hong Kong em 2019, na qual, de acordo com a mídia independente, a CIA estava fortemente envolvida.

A prisão dos quatro liderou a lista de tendências no Sina Weibo com mais de 160 milhões de visualizações na noite de quarta-feira.

Fundado em junho de 2019, o fundo ofereceu dinheiro aos feridos ou presos durante a revolução colorida. Em maio de 2020, sua receita era de mais de HKD140M (USD18M).

A China suspeita que a divisão do fundo no Reino Unido tenha servido como um centro de conluio com os serviços secretos estrangeiros. É provável que o cardeal Zen não estivesse ciente dessas implicações.

Fotografia: Joseph Zen, © Etan Liam, CC BY-ND, #newsUudqndfhvs