Clicks178
pt.news

Cardeal chama jornal diocesano de "ultrajante"

“Isso é demais! Alguém nos deve desculpas”, escreveu o cardeal Zen de Hong Kong, de 89 anos, em hkdavc.com (16 de abril), referindo-se ao jornal diocesano de Hong Kong, Sunday Examiner.

No dia 28 de março, Examiner escreveu: “Muitos de nós ainda se lembram de como todos estivemos deprimidos durante os últimos dias do Pontificado do Papa Bento XVI. Ele e seu predecessor, o Papa São João Paulo II, acorrentaram a Igreja, reprimindo duramente a liberdade de expressão e sabotando várias iniciativas do Concílio Vaticano”.

Na verdade, esta declaração expressa perfeitamente o estado atual da Igreja sob o regime tirânico de Francisco.

Para Zen, a afirmação revisionista do Sunday Examiner é "incrível" e "ultrajante". Ele questiona: "Será que eles esperam que os leitores de Hong Kong engulam tal absurdo arrogante e insultuoso?" Quando ele leu isso, esperava que outros respondessem, mas "nada aconteceu".

Assim, ele conclui que “exceto as nossas irmãs filipinas”, ninguém mais lê o Sunday Examiner.

Fotografia: Joseph Zen, © Mazur, CC BY-NC-ND, #newsBlvlxanbes