01:13:04
Palestra Santo Rosário - Parte 1 Palestra ministrada pelo Gustavo Lourenço. PARTE 1 - TEOLOGIA DA ROSA - Esta primeira parte trata de uma breve explicação do significado do nome da devoção, sua …More
Palestra Santo Rosário - Parte 1
Palestra ministrada pelo Gustavo Lourenço.
PARTE 1 - TEOLOGIA DA ROSA - Esta primeira parte trata de uma breve explicação do significado do nome da devoção, sua importância, relação com os pilares da Santa Igreja e as potências da alma. Tenta demostrar a profunda relação da oração do Rosário com a vontade, fazendo também um pequeno colóquio dos símbolos associados as potências da alma.
GUSTAVOBH
PART I - DE ROSA THEOLOGIAE
Haec prima parte agit de brevis explicatio nominis devotionis pondus eorum comparatione columnae Ecclesiae et animae. Conamina ad probandam animae penitus iunctio est oratio ex communi voluntate, faciens signa cum paucis in colloquium de potentiis animae. Ratione quoque surrexit ut vestigium reddit transcendentem veritatem, et bonum velit. Ubi est bonum odorem suum …More
PART I - DE ROSA THEOLOGIAE

Haec prima parte agit de brevis explicatio nominis devotionis pondus eorum comparatione columnae Ecclesiae et animae. Conamina ad probandam animae penitus iunctio est oratio ex communi voluntate, faciens signa cum paucis in colloquium de potentiis animae. Ratione quoque surrexit ut vestigium reddit transcendentem veritatem, et bonum velit. Ubi est bonum odorem suum surrexit et petalis velvety. & Peregrini apud eam in forma et specie, flore colores. S. Basilii est docere veritatem, quod est genus cum spinis surgit odoratis petalis dat documentum.
GUSTAVOBH
PART 1 - THEOLOGY OF THE ROSE
This first part deals with a brief explanation of the meaning of the name of devotion, their importance compared with the pillars of the Church and the powers of the soul. Attempts to demonstrate the deep connection of prayer with the general will of the soul, making a small colloquium of the symbols associated with the powers of the soul. It also cites the rose …More
PART 1 - THEOLOGY OF THE ROSE

This first part deals with a brief explanation of the meaning of the name of devotion, their importance compared with the pillars of the Church and the powers of the soul. Attempts to demonstrate the deep connection of prayer with the general will of the soul, making a small colloquium of the symbols associated with the powers of the soul. It also cites the rose conceptually as a vestige of the transcendental Truth, Good and Beauty. Where the good of the rose is its fragrance and its velvety petals. With her exotic beauty in the shape of the flower and colors. His truth is the description that St Basil is the instructive lesson that gives the rose with its thorns and fragrant petals.
3 more comments from GUSTAVOBH
GUSTAVOBH
PARTE 1 - TEOLOGIA DA ROSA
Esta primeira parte trata de uma breve explicação do significado do nome da devoção, sua importância, relação com os pilares da Santa Igreja e as potências da alma. Tenta demostrar a profunda relação da oração em geral com a vontade da alma , fazendo um pequeno colóquio dos símbolos associados as potências da alma. Também cita conceitulamente a rosa como vestígio dos …More
PARTE 1 - TEOLOGIA DA ROSA

Esta primeira parte trata de uma breve explicação do significado do nome da devoção, sua importância, relação com os pilares da Santa Igreja e as potências da alma. Tenta demostrar a profunda relação da oração em geral com a vontade da alma , fazendo um pequeno colóquio dos símbolos associados as potências da alma. Também cita conceitulamente a rosa como vestígio dos transcendentais Verdade, Bem e Beleza. Onde o bem da rosa é seu perfume e suas pétalas aveludadas. Estando sua beleza no formato exótico da flor e cores variadas . Sua verdade consiste na descrição que São Basílio faz da lição instrutiva que a rosa nos dá com seus espinhos e pétalas perfumadas.
GUSTAVOBH
Salve Maria!
Aos prezados internautas que estão vendo toda esta modesta série de palestras feitas por esse pobre pecador, o meu agradecimento, bem como o pedido de desculpas pelos erros de vocabulário, os "cacoetes" na linguagem e por ser prolixo diversas vezes. A caridade a ser praticada aqui, será na medida de cada um, suportar o "amadorismo" e os erros já citados de quem ministrou as palestras. …More
Salve Maria!

Aos prezados internautas que estão vendo toda esta modesta série de palestras feitas por esse pobre pecador, o meu agradecimento, bem como o pedido de desculpas pelos erros de vocabulário, os "cacoetes" na linguagem e por ser prolixo diversas vezes. A caridade a ser praticada aqui, será na medida de cada um, suportar o "amadorismo" e os erros já citados de quem ministrou as palestras.

In Corde Iesu et Mariae semper.
Gustavo.
GUSTAVOBH
Prezados,
Salve Maria!!!
Errata: O excelente trabalho da Montfort sobre a oração foi ministrado pelo ALEXANDRE e não pelo MARCELO. O meu pedido de desculpas aos membros da Montfort.
In Corde Iesu et Mariae semper.
Gustavo.More
Prezados,

Salve Maria!!!

Errata: O excelente trabalho da Montfort sobre a oração foi ministrado pelo ALEXANDRE e não pelo MARCELO. O meu pedido de desculpas aos membros da Montfort.

In Corde Iesu et Mariae semper.
Gustavo.