Clicks268
pt.news

Igreja de Francisco: Luvas descartáveis se tornam novo dogma

O padre Leonardo Ricotta, da paróquia de Sant'Agata, em Villabate, na Sicília (Itália), tornou-se o primeiro sacerdote eliminado da liturgia do coronavírus dos bispos italianos, que obriga os padres a distribuir a Comunhão exclusivamente na mão e usando luvas.

Ricotta chamou isso, em uma homilia de 18 de maio, de “açougue eucarístico” e “sacrilégio”. Ele enfatizou que fragmentos da hóstia consagrada poderiam grudar nas luvas descartáveis: “Devo jogar Cristo na lixeira? Prefiro não dar a Comunhão.”

Postagens nas mídias sociais dizem que Ricotta foi, de fato, removido pelo arcebispo de Palermo, Corrado Lorefice, de 57 anos, que ficou famoso por andar de bicicleta em sua catedral (abaixo).

Lorefice afirmou que Ricotta "havia renunciado" ao negar a Comunhão na mão, a qual é "permitida" pelos documentos do Vaticano.

"Convicções pessoais apresentadas por indivíduos solo como doutrina autêntica não podem ser impostas aos fiéis", pontuou Lorefice - como se a Comunhão na mão, nos tempos de coronavírus, fosse uma "doutrina autêntica".

#newsIzatadmvhv