Clicks298

Entrevista com o Padre Tiago Theisen

APRESENTAÇÃO Em 1968 o Brasil vivia em plena ditadura, sob a presidência do Marechal Artur da Costa e Silva. A Igreja do Brasil teve a maioria dos seus seminários fechados, o da diocese de Natal …More
APRESENTAÇÃO
Em 1968 o Brasil vivia em plena ditadura, sob a presidência do Marechal Artur da Costa e Silva. A Igreja do Brasil teve a maioria dos seus seminários fechados, o da diocese de Natal foi um dos que foram desativados. Diante deste episódio houve uma carência de novos sacerdotes, naquele período a Arquidiocese de Natal contava apenas com 35 padres. Nesta época o Arcebispo Dom Nivaldo Monte vai a Europa com a finalidade de angariar recursos financeiros e trazer padres europeus para trabalhar na Arquidiocese atendendo um apelo do Papa João XXIII, no sentido de que padres europeus se deslocassem para América Latina. Passando pelo Seminário da Bélgica fica acordado a vinda de quatro padres belgas para a Arquidiocese, entre eles está o Pe. Jacques Theisen (Pe. Tiago) que ficou em Natal. Oficialmente, em 22 de março de 1968, o Pe. Tiago Theisen desembarca no porto do Recife/PE.
Em comemoração dos 50 anos da presença do Padre Tiago no Brasil, realiza-se a abertura do memorial virtual deste missionário em terras potiguares. Após várias tentativas de organizar seu memorial físico, sem sucesso, optou-se pelo memorial virtual. No dia 18 de março de 2018, data da grande celebração, é lançado à comunidade os primeiros traços desse memorial na tentativa de escrever e registrar sua vida, história, missão, o exercício de seu ministério de vida sacerdotal, sua colaboração com o avanço populacional na Zona Norte de Natal e o seu acompanhamento religioso, pastoral, espiritual, social e educacional a esta parcela esquecida da grande cidade.
Em seguida, após a celebração dos seus 50 anos de presença no Brasil, será feito um trabalho de dar continuidade, mediante uma quantidade significativa do acervo ainda restante, com o acréscimo de tantas outras informações, conteúdos, palestras, livros, enfim, todo o seu legado e sua contribuição para a comunidade, a cidade de Natal, o Rio Grande do Norte, o Brasil e o mundo.
(foto: Joaquim Barbosa da Silva – 2013)