Clicks113

Papa desmente renúncia após fofocas

Nem passou pela minha cabeça renunciar", disse Francisco em entrevista veiculada hoje de manhã

O Papa desmente renúncia após fofocas da imprensa argentina sobre sua possível abdicação ao pontificado. Francisco se pronunciou durante uma entrevista à rádio espanhola Cope, divulgada na íntegra nesta quarta-feira, 1º de setembro.

Segundo rumores que estavam sendo espalhados pela mídia, o Papa teria cogitado a renúncia depois de passar por uma cirurgia no cólon em julho passado, ocasião em que precisou ficar internado durante mais de uma semana no hospital policlínico Gemelli, de Roma.
Durante a entrevista, Francisco observou que, toda vez que um Papa adoece, começa “um furacão a respeito de um conclave”. Ele declarou sobre essas especulações:

“Nem passou pela minha cabeça. Não sei de onde tiraram que eu ia apresentar minha renúncia”.

Papa desmente renúncia
As atuais “interpretações” sobre uma eventual renúncia, segundo Francisco, são “distorcidas”. Diante desse tipo de fofoca, o Papa afirmou à rede Cope que prefere se calar, já que, a seu ver, “responder é pior”.

Quando foi eleito Papa, Francisco chegou a declarar a “sensação” de que o seu pontificado seria “breve”, talvez de “quatro ou cinco anos” de duração. Entretanto, ele já completou oito anos na cátedra de Pedro.

O Papa Francisco também já disse, em algumas ocasiões, que a possibilidade da renúncia em caso de grave necessidade existe para todos os Papas, inclusive para ele, embora não tenha no momento essa intenção. Ele chegou a se mostrar agradecido a Bento XVI por ter implantado a figura do Papa Emérito.

Fonte: Aleteia