Clicks166
pt.news

Cardeal adverte sobre a experiência de clero casado

O falecido cardeal maronita Nasrallah Pierre Sfeir defendeu em outubro de 2005 o sacerdócio celibatário, chamando-o de "a joia mais preciosa do tesouro da Igreja Católica".

O clero maronita é casado.

Ao discursar no 11º Sínodo dos Bispos, Sfeir disse que "se admitir homens casados resolve um problema, cria outros igualmente graves".

"Outra dificuldade enfrentada por um sacerdote casado surge se ele não desfruta de um bom relacionamento com seus paroquianos; seu bispo não pode transferi-lo por causa da dificuldade de transferir toda a sua família".

Fotografia: Nasrallah Pierre Sfeir, #newsWbphzmhvln