Clicks68
pt.news

Sínodo sobre sinodalidade: a mãe de todas as confusões

O Vaticano se preparou para o Sínodo sobre a Sinodalidade "ouvindo todos", especialmente aqueles "que estão nas periferias existenciais", disse o Cardeal Grech, secretário geral do Sínodo, a LaVie.fr (11 de setembro).

Na realidade, o Vaticano está desesperado para estar com a tendência dominante, não com as "periferias".

Grech tem um conceito niilista do Sínodo: “Não precisamos concordar com as palavras, apenas precisamos nos encontrar”. O Sínodo não irá “confrontar opiniões e pontos de vista”, explica Grech, mas é um “diálogo” para compartilhar “o que sentimos” que o Espírito Santo está dizendo em nós.

Questionado sobre se os católicos estão prontos para um Sínodo após a ruptura que Francisco causou com Traditionis Custodes e Amoris Laetitia, Grech puxa a varinha mágica, "Eu realmente acredito que a sinodalidade é 'a' resposta para todas as dificuldades que você acabou de destacar!"

Ele insiste que "todos nós recebemos o poder do Espírito Santo para falar", mas "os bispos" são [= deveriam ser] os "guardiães autênticos", "intérpretes" e "testemunhas da fé".

Depois de tanto palavreado, Grech prevê um final ruim: “Se não acreditarmos que o Espírito Santo soprará, então o sínodo será um fracasso”.

Fotografia: Mario Grech, © wikicommons, CC BY-SA, #newsCovltmpizs