pt.news
131

Presidente da conferência episcopal alemã: Unidade da Igreja é "ilusão", a Igreja deve "apreciar" o homossexualismo - presidente episcopal alemão

O ensinamento da Igreja sobre a homossexualidade deve ser “mudado”, disse o bispo alemão Georg Bätzing a DeutschlandFunk.de (20 de maio).

Ele acredita que “os homossexuais que vivem em relacionamentos” não devem ser “discriminados”, mas considerados “uma oportunidade que é tratada com respeito”.

Bätzing ainda não realizou uma “bênção” homossexual, mas a defende: “A prática existe, e não vou disciplinar quem fizer uma bênção”. Na vida real, Deus chama a homossexualidade praticada de abominação (Escritura Sagrada).

Além disso, Bätzing está lutando por sacerdotisas, mas sabe por várias conversas que Francisco decididamente tem uma posição diferente. Ele entende que mesmo um papa não pode mudar completamente a Igreja: “Ele faz o que pode”.

Dada a “situação diversa” da igreja mundial, Bätzing diz que “a unidade é, de certa forma, uma ficção”. Ele afirma que a diversidade cultural é, para Francisco, a sinodalidade.

Fotografia: Georg Bätzing, © Pressebild, SynodalerWeg,de, #newsJpqgdyqieo