Clicks192
pt.news

Ratzinger: Uma liturgia um pouco rígida precisava ser amenizada

"Acho um pouco difícil perceber e praticar ideias completamente novas", escreve o falecido monsenhor Georg Ratzinger em seu livro "Mein Bruder, der Papst" [Meu Irmão, o Papa] sobre a introdução de uma nova liturgia após o Concílio Vaticano II.

Ele era agradecido que a Diocese de Regensburg, onde Ratzinger era o maestro do coral de garotos da Catedral, fez as mudanças apenas lentamente: "Ainda mantivemos a antiga liturgia o máximo possível" e "novos elementos foram adicionados gradualmente".

Assim, Ratzinger não foi confrontado com uma dolorosa mudança radical, mas com "um desenvolvimento gradual e de alguma forma orgânico ao longo dos anos".

Ele escreve que as mudanças foram necessárias para "relaxar cada vez mais a liturgia um tanto rígida da época".

No entanto, no campo da música, ele não teve que recorrer a "afrouxar a rigidez". Pelo contrário, durante os ensaios do seu coral, ele era implacável e se fazia ouvir com força, a fim de alcançar exatidão e perfeição.

Fotografia: Georg Ratzinger, © wikicommons, CC BY-SA, #newsVbvoksmhxa