Clicks102
pt.news

Vaticano está investigando dez (!) fundadores

O Vaticano está investigando cerca de dez fundadores de comunidades religiosas, disse o arcebispo José Rodríguez Carballo, secretário da Congregação Religiosa, a VidaNuevaDigital.com (30 de julho).

Excluídas da contagem estão as investigações que já são publicamente conhecidas. As acusações usuais são abuso de bens para ganho pessoal, abuso de poder ou de consciência, abuso sexual.

Carballo afirmou que a Igreja [de Francisco, de outra forma totalmente confusa] tem "critérios muito claros e precisos" para discernir a "autenticidade" de um carisma religioso.

É notável que o zelo do Vaticano se limita a "novas comunidades", embora as ordens tradicionais sejam muito mais corruptas, mas poupadas porque bajulam Francisco.

Um exemplo é o próprio Rodríguez que, durante seu mandato como Ministro Geral dos Frades Menores (2003-2013), presidiu um escândalo financeiro do qual seu sucessor, padre Michael Perry, disse em 2014 que a ordem "se encontra na sepultura, e sublinho a 'grave' dificuldade financeira" com milhões de euros em falta nas suas contas. Em abril de 2013, Francisco promoveu Rodríguez ao cargo atual.

Fotografia: © Mazur, CC BY-NC-ND, #newsLqfdrmaaeq