3
4
1
2
Clicks149

Considerações sobre o Ordo Missae (ou Missa Nova de Paulo VI)

Indignant Catholic
Em vista das considerações apresentadas nesse livro, impõe-se a conclusão de que não se pode aceitar a Missa Nova. "Fazemos essa afirmação com sumo pesar, tendo bem presente a gravidade das conseqü…More
Em vista das considerações apresentadas nesse livro, impõe-se a conclusão de que não se pode aceitar a Missa Nova.

"Fazemos essa afirmação com sumo pesar, tendo bem presente a gravidade das conseqüências que dela decorrem; mas fazê-mo-la também com plena convicção. Não é necessário retomar aqui todas as razões que nos levaram a esta conclusão; queremos entretanto salientar uma, que a nosso

ver não tem sido devidamente focalizada em anteriores debates sobre o “Ordo” de Paulo VI. Trata-se do princípio de que um rompimento formal com os costumes fundados em Tradição apostólica, sobretudo em matéria de culto, envolve cisma (ver pp. 72 ss.). Ora, uma liturgia tendente à “dessacralização” não tem base alguma na Tradição; pelo contrário, constitui uma ruptura formal e violenta de todas as regras que até hoje orientaram o culto católico."