sergio velloso
sergio velloso

O BISPO DE IPATINGA PERSEGUE AOS CATÓLICOS , DA TRADIÇÃO CATÓLICA (RESISTÊNCIA)

"Para chegar à sua finalidade, precisavam os modernistas aluir a estrutura monárquica da Igreja, em que foi Ela constituída pelo seu Divino Fundador; era mister desprestigiar o Magistério Eclesiástico, intérprete autêntico da verdade revelada; era mister destruir a confiança nas tradições da Igreja, a adesão à Escolástica, o apego às devoções populares, tudo enfim que constitui o arcabouço do …More
"Para chegar à sua finalidade, precisavam os modernistas aluir a estrutura monárquica da Igreja, em que foi Ela constituída pelo seu Divino Fundador; era mister desprestigiar o Magistério Eclesiástico, intérprete autêntico da verdade revelada; era mister destruir a confiança nas tradições da Igreja, a adesão à Escolástica, o apego às devoções populares, tudo enfim que constitui o arcabouço do edifício multissecular da Igreja de Cristo, e que lhe dá solidez e vida concreta entre o os homens.
Por isso, os modernistas:
- Põem todo o empenho em diminuir e enfraquecer o Magistério eclesiástico.
- Ostentam certo desprezo das doutrinas católicas, dos Santos Padres, dos Concílios Ecumênicos, do Magistério Eclesiástico.
- Declaram que 'o católico, não se importando com a autoridade, com os conselhos e com as ordens da Igreja e até mesmo desprezando as suas repreensões, tem direito e dever de fazer o que julgar mais oportuno para o bem da pátria.
- Apregoam que "devem ser transformadas as Congregações Romanas, e antes de todas a do Santo Ofício e do Índice"- que, como sabeis, deve zelar pela pureza da Fé e tem como Prefeito o próprio Papa.
- Desterram a "filosofia escolástica para a história da filosofia, entre os sistemas obsoletos (Este ódio à Escolástica é tão fundamental nos modernistas, que São Pio X deixa claro que "não há sinal mais manifesto de que começa alguém a volver-se para o modernismo do que começar a aborrecer a Escolástica")
- No estudo das Sagradas Escrituras, abandonam a interpretação dos Padres da Igreja e as normas do Magistério, para se aterem exclusivamente à crítica textual ou crítica interna, assim chamada.
- Clamam que se deve diminuir as devoções externas e proibir que aumente e procuram a todo transe desfazer as piedosas tradições populares
- Dizem que as virtudes ativas devem antepor-se as passivas e desprezam os trabalhos de ascese.
-Desejam mesmo ver suprimido do sacerdócio o sagrado celibato."
in corde Maria semper !
Sergio Velloso
sergio velloso

O BISPO DE IPATINGA PERSEGUE AOS CATÓLICOS , DA TRADIÇÃO CATÓLICA (RESISTÊNCIA)

Só para que , fiques afinado ,com a verdade sou Tradicionalista com muita Honra , esta igreja renovada nada tem a ver com a Igreja Católica , veremos agora a onde , as águas se dividiram , comessando por um documento histórico , que este funesto senhor , que para mim não é nada nem "bispo" nem coisíssima nenhuma, teve a falacia e se atreveu falar de quem segue , o Magistério sagrado da igreja , …More
Só para que , fiques afinado ,com a verdade sou Tradicionalista com muita Honra , esta igreja renovada nada tem a ver com a Igreja Católica , veremos agora a onde , as águas se dividiram , comessando por um documento histórico , que este funesto senhor , que para mim não é nada nem "bispo" nem coisíssima nenhuma, teve a falacia e se atreveu falar de quem segue , o Magistério sagrado da igreja , se bem que ele já recuou e disse que não deveria falar de outra igreja que não é a dele , se vê por ai que ele reconhece a sua falta de conhecimento , pois bem mas voltemos ao grande defensor, da fé porque depois disto não vale a pena estarmos conversando pois eu sou Católico e sera que , tu és ?? Nós aderimos de todo o coração e com toda a nossa alma à Roma católica, guardiã da fé católica e das tradições necessárias para a manutenção dessa fé, à Roma eterna, mestra de sabedoria e de verdade.

Pelo contrário, negamo-nos e sempre nos temos negado a seguir a Roma de tendência neomodernista e neoprotestante que se manifestou claramente no Concílio Vaticano II, e depois do Concílio em todas as reformas que dele surgiram.

Todas estas reformas, com efeito, contribuíram, e continuam contribuindo, para a demolição da Igreja, a ruína do sacerdócio, a destruição do Sacrifício e dos Sacramentos, a desaparição da vida religiosa, e a implantação de um ensino naturalista e teilhardiano nas universidades, nos seminários e na catequese, um ensino surgido do liberalismo e do protestantismo, condenados múltiplas vezes pelo magistério solene da Igreja.

Nenhuma autoridade, nem sequer a mais alta na hierarquia, pode obrigar-nos a abandonar ou a diminuir a nossa fé católica, claramente expressa e professada pelo magistério da Igreja há dezenove séculos.

‘Se ocorresse – disse São Paulo – que eu mesmo ou um anjo do céu vos ensinasse outra coisa distinta do que eu vos ensinei, seja anátema’ (Gal. 1, 8).

Não é isto o que nos repete hoje o Santo Padre? E se se manifesta uma certa contradição nas suas palavras e nos seus atos, assim como nos atos dos dicastérios, então elegeremos o que sempre foi ensinado e seremos surdos ante as novidades destruidoras da Igreja.

Não se pode modificar profundamente a lex orandi (lei da oração, liturgia) sem modificar a lex credendi (lei da Fé, doutrina, magistério). À Missa nova corresponde catecismo novo, sacerdócio novo, seminários novos, universidades novas, uma Igreja carismática e pentecostalista, coisas todas opostas à ortodoxia e ao magistério de sempre.

Esta Reforma, por ter surgido do liberalismo e do modernismo, está completamente empeçonhada, surge da heresia e acaba na heresia, ainda que todos os seus atos não sejam formalmente heréticos. É, pois, impossível para todo o católico consciente e fiel adotar esta reforma e submeter-se a ela de qualquer modo que seja.

A única atitude de fidelidade à Igreja e à doutrina católica, para bem da nossa salvação, é uma negativa categórica à aceitação da Reforma.

E por isso, sem nenhuma rebelião, sem amargura alguma e sem nenhum ressentimento, prosseguimos a nossa obra de formação sacerdotal à luz do magistério de sempre, convencidos de que não podemos prestar maior serviço à Santa Igreja Católica, ao Soberano Pontífice e às gerações futuras.

Por isso, cingimo-nos com firmeza a tudo o que foi crido e praticado na fé, costumes, culto, ensino do catecismo, formação do sacerdote e instituição da Igreja, pela Igreja de sempre, e codificado nos livros publicados antes da influência modernista do Concílio, à espera de que a verdadeira luz da Tradição dissipe as trevas que obscurecem o céu da Roma eterna.

Fazendo assim, com a graça de Deus, o socorro da Virgem Maria, de São José e de São Pio X, estamos convictos de permanecer fiéis à Igreja Católica e Romana e a todos os sucessores de Pedro, e de ser os ‘fideles dispensatores mysteriorum Domini Nostri Jesu Christi in Spiritu Sancto’. Amem. (cf. I Cor. 4, 1 e ss.)”

+ Marcel Lefebvre
21 de novembro de 1974
sergio velloso

Papież Benedykt XVI celebruje Mszę Św. ad orientem

"Pela glória da Santissima Trindade, por amor de Nósso Senhor Jesus Cristo, pela devoção a Santissima Virgem Maria, pelo amor a Igreja, pelo amor ao PaPa pelo amor aos Bispos, aos Padres, e de todos os fiéis, pela salvação do mundo,pela salvação das almas. Guardai este testamento de Nósso Senhor Jesus Cristo! Guardai o Sacrificio de Nósso Senhor Jesus Cristo! Guardai a Missa de sempre!"

TESTAM…More
"Pela glória da Santissima Trindade, por amor de Nósso Senhor Jesus Cristo, pela devoção a Santissima Virgem Maria, pelo amor a Igreja, pelo amor ao PaPa pelo amor aos Bispos, aos Padres, e de todos os fiéis, pela salvação do mundo,pela salvação das almas. Guardai este testamento de Nósso Senhor Jesus Cristo! Guardai o Sacrificio de Nósso Senhor Jesus Cristo! Guardai a Missa de sempre!"

TESTAMENTO ESPIRITUAL DE DOM MARCEL LEFEBVRE
sergio velloso

FALANDO SOBRE O CARISMATISMO ! PORQUE FOI PERMITIDO ?/ Por RADIO A.N.S.R LEPANTO

A radio, do Apostolado Nossa Senhora Do Rosário de Lepanto, Agradece a todos, os nossos Ouvintes do Brasil, e do Mundo Inteiro , que nos enviaram emails, de prestigio pelos nossos trabalhos, nestes anos de Apostolado da Radio informando , temas , estudos Católicos , tudo sobre a Santa Madre Igreja, e informamos aqui , que para fazer Download de nossos videos , não há necessidade de nos pedir …More
A radio, do Apostolado Nossa Senhora Do Rosário de Lepanto, Agradece a todos, os nossos Ouvintes do Brasil, e do Mundo Inteiro , que nos enviaram emails, de prestigio pelos nossos trabalhos, nestes anos de Apostolado da Radio informando , temas , estudos Católicos , tudo sobre a Santa Madre Igreja, e informamos aqui , que para fazer Download de nossos videos , não há necessidade de nos pedir autorização, e nem para divulgação dos mesmos.
AT/ A.N.S.R. LEPANTO
E Viva Cristo Rei
sergio velloso

FALANDO SOBRE O CARISMATISMO ! PORQUE FOI PERMITIDO ?/ Por RADIO A.N.S.R LEPANTO

Muito prezado ! Indignant Catholic

A permissão de , qualquer DESORDEM E CULTOS FETICHISTAS, só pode ser atribuído, ao liberalismo do Infausto Concilio Vaticano II, E SEUS IDOLATRAS ,Sem contar com , as confusões de ideias de certos, Prelados.
sergio velloso

Março de1964 é que se decidiu /RADIO A.N.S.R LEPANTO

A radio, do Apostolado Nossa Senhora Do Rosário de Lepanto, Agradece a todos, os nossos Ouvintes do Brasil, e do Mundo Inteiro , que nos enviaram emails, de prestigio pelos nossos trabalhos, nestes anos de Apostolado da Radio informando , temas , estudos Católicos , tudo sobre a Santa Madre Igreja, e informamos aqui , que para fazer Download de nossos videos , não a necessidade de nos pedir …More
A radio, do Apostolado Nossa Senhora Do Rosário de Lepanto, Agradece a todos, os nossos Ouvintes do Brasil, e do Mundo Inteiro , que nos enviaram emails, de prestigio pelos nossos trabalhos, nestes anos de Apostolado da Radio informando , temas , estudos Católicos , tudo sobre a Santa Madre Igreja, e informamos aqui , que para fazer Download de nossos videos , não a necessidade de nos pedir autorização, e nem para divulgação dos mesmos.

AT/ A.N.S.R. LEPANTO

E Viva Cristo Rei
sergio velloso

O QUE FAZER COM OS DOCUMENTOS DO CONCÍLIO VATICANO II ? Padre da Resitência católica mostra...

DIZ O SYLLABUS ERRORUM QUE DAS FALSAS LIBERDADES RELIGIOSA E DE CONSCIÊNCIA DECORREM TRÊS CONSEQUÊNCIAS:

1) CORRUPÇÃO DOS COSTUMES;

2) CORRUPÇÃO DAS INTELIGÊNCIAS (OU SEJA, A INTELIGÊNCIA É USADA PARA O MAL);

3) INDIFERENTISMO (OU CADA UM QUE SE DANE COMO QUISER)

SABEMOS O QUE CONSEGUIU HENRIQUE VIII DIVORCIANDO O ESTADO DA IGREJA:

1) DIVÓRCIO DAS …
More
DIZ O SYLLABUS ERRORUM QUE DAS FALSAS LIBERDADES RELIGIOSA E DE CONSCIÊNCIA DECORREM TRÊS CONSEQUÊNCIAS:

1) CORRUPÇÃO DOS COSTUMES;

2) CORRUPÇÃO DAS INTELIGÊNCIAS (OU SEJA, A INTELIGÊNCIA É USADA PARA O MAL);

3) INDIFERENTISMO (OU CADA UM QUE SE DANE COMO QUISER)

SABEMOS O QUE CONSEGUIU HENRIQUE VIII DIVORCIANDO O ESTADO DA IGREJA:

1) DIVÓRCIO DAS FAMÍLIAS;

2) DESTRUIÇÃO DO MATRIMÔNIO;

3) CONTROLE DO ESTADO SOBRE A RELIGIÃO E AS FAMÍLIAS;

4) LIBERTINAGEM E CORRUPÇÃO DA INFÂNCIA

VENDO AS CONSEQUÊNCIAS HISTÓRICAS, TALVEZ, AGORA, ACREDITEMOS QUE O MAGISTÉRIO INFALÍVEL A SÃO PEDRO ERA A FORMA DE DEUS PROTEGER E PRESERVAR A CRISTANDADE

Em 1918, o ilustre Cardeal Mercier da Bélgica afirmou que a Primeira Grande Guerra era um castigo pelo crime que os homens cometeram ao colocar a única e verdadeira religião Católica ao mesmo nível dos falsos credos. Disse o Cardeal Mercier: «Em nome dos Evangelhos, e à luz das Encíclicas dos últimos quatro Papas, Gregório XVI, Pio IX, Leão XIII e Pio X, eu não hesito em afirmar que este indiferentismo religioso que põe ao mesmo nível a Religião de origem divina e as religiões inventadas pelos homens, de modo a incluí-las todas no mesmo cepticismo, é a blasfémia que atrai castigos sobre a sociedade, muito mais do que os pecados dos indivíduos e das famílias.»
sergio velloso

O QUE FAZER COM OS DOCUMENTOS DO CONCÍLIO VATICANO II ? Padre da Resitência católica mostra...

CARTA ENCÍCLICA
DO SUMO PONTÍFICE
PIO X
PASCENDI DOMINICI GREGIS
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS
Aos Patriarcas, Primazes, Arcebispos,
Bispos e outros Ordinários em paz e comunhão com a Sé Apostólica
Veneráveis Irmãos, saúde e benção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por …More
CARTA ENCÍCLICA
DO SUMO PONTÍFICE
PIO X
PASCENDI DOMINICI GREGIS
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS
Aos Patriarcas, Primazes, Arcebispos,
Bispos e outros Ordinários em paz e comunhão com a Sé Apostólica
Veneráveis Irmãos, saúde e benção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.
Aludimos, Veneráveis Irmãos, a muitos membros do laicato católico e também, coisa ainda mais para lastimar, a não poucos do clero que, fingindo amor à Igreja e sem nenhum sólido conhecimento de filosofia e teologia, mas, embebidos antes das teorias envenenadas dos inimigos da Igreja, blasonam, postergando todo o comedimento, de reformadores da mesma Igreja; e cerrando ousadamente fileiras se atiram sobre tudo o que há de mais santo na obra de Cristo, sem pouparem sequer a mesma pessoa do divino Redentor que, com audácia sacrílega, rebaixam à craveira de um puro e simples homem.
Pasmem, embora homens de tal casta, que Nós os ponhamos no número dos inimigos da Igreja; não poderá porém, pasmar com razão quem quer que, postas de lado as intenções de que só Deus é juiz, se aplique a examinar as doutrinas e o modo de falar e de agir de que lançam eles mão. Não se afastará, portanto, da verdade quem os tiver como os mais perigosos inimigos da Igreja. Estes, em verdade, como dissemos, não já fora, mas dentro da Igreja, tramam seus perniciosos conselhos; e por isto, é por assim dizer nas próprias veias e entranhas dela que se acha o perigo, tanto mais ruinoso quanto mais intimamente eles a conhecem. Além de que, não sobre as ramagens e os brotos, mas sobre as mesmas raízes que são a Fé e suas fibras mais vitais, é que meneiam eles o machado.
Batida pois esta raiz da imortalidade, continuam a derramar o vírus por toda a árvore, de sorte que coisa alguma poupam da verdade católica, nenhuma verdade há que não intentem contaminar. E ainda vão mais longe; pois pondo em obra o sem número de seus maléficos ardis, não há quem os vença em manhas e astúcias: porquanto, fazem promiscuamente o papel ora de racionalistas, ora de católicos, e isto com tal dissimulação que arrastam sem dificuldade ao erro qualquer incauto; e sendo ousados como os que mais o são, não há conseqüências de que se amedrontem e que não aceitem com obstinação e sem escrúpulos. Acrescente-se-lhes ainda, coisa aptíssima para enganar o ânimo alheio, uma operosidade incansável, uma assídua e vigorosa aplicação a todo o ramo de estudos e, o mais das vezes, a fama de uma vida austera. Finalmente, e é isto o que faz desvanecer toda esperança de cura, pelas suas mesmas doutrinas são formadas numa escola de desprezo a toda autoridade e a todo freio; e, confiados em uma consciência falsa, persuadem-se de que é amor de verdade o que não passa de soberba e obstinação. Na verdade, por algum tempo esperamos reconduzi-los a melhores sentimentos e, para êste fim, a princípio os tratamos com brandura, em seguida com severidade e, finalmente, bem a contragosto, servimo-nos de penas públicas.
Mas vós bem sabeis, Veneráveis Irmãos, como tudo foi debalde; pareceram por momento curvar a fronte, para depois reerguê-la com maior altivez. Poderíamos talvez ainda deixar isto desapercebido se tratasse somente deles; trata-se porém das garantias do nome católico.
Há, pois, mister quebrar o silêncio, que ora seria culpável, para tornar bem conhecidas à Igreja esses homens tão mal disfarçados.
E visto que os modernistas (tal é o nome com que vulgarmente e com razão são chamados) com astuciosíssimo engano costumam apresentar suas doutrinas não coordenadas e juntas como um todo, mas dispersas e como separadas umas das outras, afim de serem tidos por duvidosos e incertos, ao passo que de fato estão firmes e constantes, convém, Veneráveis Irmãos, primeiro exibirmos aqui as mesmas doutrinas em um só quadro, e mostrar-lhes o nexo com que formam entre si um só corpo, para depois indagarmos as causas dos erros e prescrevermos os remédios para debelar-lhes os efeitos perniciosos.
1ª PARTE
EXPOSIÇÃO DO SISTEMA E SUA DIVISÃO
E para procedermos com ordem em tão abstrusa matéria, convém notar que cada modernista representa e quase compendia em si muitos personagens, isto é, o de filósofo, o de crente, o de teólogo, o de historiador, o de crítico, o de apologista, o de reformador; os quais personagens todos, um por um, cumpre bem os distinga todo aquele que quiser devidamente conhecer o seu sistema e penetrar nos princípios e nas conseqüências das suas doutrinas.
O modernista filósofo
Começando pelo filósofo, cumpre saber que todo o fundamento da filosofia religiosa dos modernistas assenta sobre a doutrina, que chamamos agnosticismo. Por força desta doutrina, a razão humana fica inteiramente reduzida à consideração dos fenômenos, isto é, só das coisas perceptíveis e pelo modo como são perceptíveis; nem tem ela direito nem aptidão para transpor estes limites. E daí segue que não é dado à razão elevar-se a Deus, nem conceder-lhe a existência, nem mesmo por intermédio dos seres visíveis. Segue-se, portanto, que Deus não pode ser de maneira alguma objeto direto da ciência; e também com relação à história, não pode servir de assunto histórico. Postas estas premissas, todos percebem com clareza qual não deve ser a sorte da teologia natural, dos motivos de credibilidade, da revelação externa. Tudo isto os modernistas rejeitam e atribuem ao intelectualismo, que chamam ridículo sistema, morto já há muito tempo. Nem os abala ter a Igreja condenado formalmente erros tão monstruosos. Pois que, de fato, o Concílio Vaticano I assim definiu;
Se alguém disser que o Deus, único e verdadeiro, criador e Senhor nosso, por meio das coisas criadas não pode ser conhecido com certeza pela luz natural da razão humana, seja anátema (De Revel. Cân. 1); e também:
Se alguém disser que não é possível ou não convém que, por divina revelação, seja o homem instruído acerca de Deus e do culto que lhe é devido, seja anátema (Ibid. Cân. 2); e, finalmente:
Se alguém disser que a divina revelação não pode tornar-se crível por manifestações externas, e que por isto os homens não devem ser movidos à fé senão exclusivamente pela interna experiência ou inspiração privada, seja anátema (De Fide, Cân. 3).
De que modo porém os modernistas passam do agnosticismo, que é puro estado de ignorância, para o ateísmo científico e histórico que, ao contrário, é estado de positiva negação, e por isso, com que lógica, do não saber se Deus interveio ou não na história do gênero humano, passam a tudo explicar na mesma história, pondo Deus de parte, como se na realidade não tivesse intervindo, quem o souber que o explique.
Há entretanto para eles uma coisa fixa e determinada, que é o dever ser atéia a ciência a par da história, em cujas raias não haja lugar senão para os fenômenos, repelido de uma vez, Deus e tudo o que é divino. E dessa absurdíssima doutrina ver-se-á, dentro em pouco, que coisas seremos obrigados a deduzir a respeito da augusta Pessoa de Cristo, dos mistérios e da sua vida e morte, da sua ressurreição e ascensão ao céu.
Este agnosticismo, porém, na doutrina dos modernistas, não constitui senão a parte negativa; a positiva acha-se toda na imanência vital.
Eis aqui o modo como eles passam de uma parte a outra. A religião, quer a natural quer a sobrenatural, é mister seja explicada como qualquer outro fato. Ora, destruída a teologia natural, impedido o acesso à revelação ao rejeitar os motivos de credibilidade, é claro que se não pode procurar fora do homem essa explicação. Deve-se, pois, procurar no mesmo homem; e visto que a religião não é de fato senão uma forma da vida, a sua explicação se deve achar mesmo na vida do homem. Daqui procede o princípio da imanência religiosa. Demais, a primeira moção, por assim dizer, de todo fenômeno vital, deve sempre ser atribuída a uma necessidade; os primórdios, porém, falando mais especialmente da vida, devem ser atribuídos a um movimento do coração, que se chama sentimento. Por conseguinte, como o objeto da religião é Deus, devemos concluir que a fé, princípio e base de toda a religião, se deve fundar em um sentimento, nascido da necessidade da divindade.
Esta necessidade das causas divinas não se fazendo sentir no homem senão em certas e especiais circunstâncias, não pode de per si pertencer ao âmbito da consciência; oculta-se (porém), primeiro abaixo da consciência, ou, como dizem com vocábulo tirado da filosofia moderna, na subconsciência, onde a sua raiz fica também oculta e incompreensível. Se alguém, contudo lhes perguntar de que modo essa necessidade da divindade, que o homem sente em si mesmo, torna-se religião, será esta a resposta dos modernistas: a ciência e a história, dizem eles, acham-se fechadas entre dois termos: um externo, que é o mundo visível; outro interno, que é a consciência. Chegados a um ou outro destes dois termos, não se pode ir mais adiante; além destes dois limites acha-se o incognoscível. Diante deste incognoscível, seja que ele se ache fora do homem e fora de todas as coisas visíveis, seja que ele se ache oculto na subconsciência do homem, a necessidade de um quê divino, sem nenhum ato prévio da inteligência, como o quer o fideísmo, gera no ânimo já inclinado um certo sentimento particular, e este, seja como objeto seja como causa interna, tem envolvida em si a mesma realidade divina e assim, de certa maneira, une o homem com Deus. É precisamente a este sentimento que os modernistas dão o nome de fé e tem-no como princípio de religião.
Nem acaba aí o filosofar, ou melhor, o desatinar desses homens. Pois, nesse mesmo sentimento eles não encontram unicamente a fé; mas, com a fé e na mesma fé, do modo como a entendem, sustentam que também se acha a revelação. E que é o que mais se pode exigir para a revelação? Já não será talvez revelação, ou pelo menos princípio de revelação, aquele sentimento religioso, que se manifesta na consciência? Ou também o mesmo Deus a manifestar-se às almas, embora um tanto confusamente, no mesmo sentimento religioso? eles ainda acrescentam mais, dizendo que, sendo Deus ao mesmo tempo objeto e causa da fé, essa revelação é de Deus como objeto e também provém de Deus como causa; isto é, tem a Deus ao mesmo tempo como revelante e revelado. Segue-se daqui, Veneráveis Irmãos, a absurda afirmação dos modernistas, segundo a qual toda a religião, sob diverso aspecto, é igualmente natural e sobrenatural. Segue-se daqui a promíscua significação que dão aos termos consciência e revelação. Daqui a lei que dá a consciência religiosa, a par com a revelação, como regra universal, à qual todos se devem sujeitar, inclusive a própria autoridade da Igreja, seja quando ensina seja quando legisla em matéria de culto ou disciplina. E ETC.. ETC..
sergio velloso

O QUE FAZER COM OS DOCUMENTOS DO CONCÍLIO VATICANO II ? Padre da Resitência católica mostra...

O concilio de Pistoia , foi suprimido , por falta de uma só palavra "Transubstanciação" A maior palavra de dogma Católico, POIS , O CONCILIO VII TAMBÉM NÃO TEM , o que já pode ser suprimido , e entre outras tantas ele diz , que promulgou uma igreja que subsiste da outra !!!!! nossaaaaa !!! mas que falha pelo que sabemos , temos uma igreja una e subsistir, foi o Cardeal Ratzinger,( Bento XVI Hoje)…More
O concilio de Pistoia , foi suprimido , por falta de uma só palavra "Transubstanciação" A maior palavra de dogma Católico, POIS , O CONCILIO VII TAMBÉM NÃO TEM , o que já pode ser suprimido , e entre outras tantas ele diz , que promulgou uma igreja que subsiste da outra !!!!! nossaaaaa !!! mas que falha pelo que sabemos , temos uma igreja una e subsistir, foi o Cardeal Ratzinger,( Bento XVI Hoje) que fez questão de ressaltar , no Próprio pronunciamento no Concilio VII ,Óra vejamos, e outra coisa quem , para subsistir, tem de transformar-se a ela própria numa entidade , muito diferente. Como Disse Paulo VI , fizemos uma liturgia que -Aproxima-se muito de um , culto Calvinista.
É PARA QUEIMAR ESTE CONCILIO OU NÃO È ? Alias nas mentes de muitos Católicos ele já esta suprimido, notamos isso por suas obediências, que a Igreja reformada , impõem a eles nem se quer ouvem , entra por um ouvido e sai pelo outro !! então quem é o cismático INFERNAL AQUI , NÃO ACHA QUE SABE TUDO, E AGORA ???

ORA VÁ DIZER BESTEIRAS , NO TEATRO DE CÚMULOS DE ATOS

O Concilio Vaticano já desmoronou,e sua nova Igreja já esta, em decomposição como um cadáver.
sergio velloso

MISSA CELEBRADA PELO REVEREND. PADRE CARDOSO,NO APOSTOLADO N.S.R LEPANTO , MISSÃO S. JOSE

EXEMPLO DO BOM APOSTOLADO

O apostolado leigo tem, aliás, como qualquer outro apostolado, duas funções: a de conservar e a de conquistar, ambas as quais se impõem com urgência à Igreja atual. E, para o dizermos bem claramente, a Igreja de Cristo não cogita de abandonar sem luta o terreno ao seu inimigo declarado, o comunismo ateu. Este combate será prosseguido até o fim, mas com as armas …More
EXEMPLO DO BOM APOSTOLADO

O apostolado leigo tem, aliás, como qualquer outro apostolado, duas funções: a de conservar e a de conquistar, ambas as quais se impõem com urgência à Igreja atual. E, para o dizermos bem claramente, a Igreja de Cristo não cogita de abandonar sem luta o terreno ao seu inimigo declarado, o comunismo ateu. Este combate será prosseguido até o fim, mas com as armas de Cristo! Ponde-vos em obra com uma fé ainda mais forte do que a de São Pedro quando, ao chamado de Jesus, largou a sua barca e andou sobre as águas para ir ao encontro do seu Senhor (cf. Mt 14, 30-31).
sergio velloso

Sermão do S.E.R. Dom Richard Williamson

Baixem este vídeo,E guardem, e Acreditem vai mudar toda a história da Igreja, O FIM DO GOLPE MODERNISTA ESTA PRÓXIMO !
sergio velloso

AULA FILOSOFIA I F.B.M.V

Muito obrigado pelo prestigio, nos da Tradição temos que ter muitos conhecimentos, inclusive
filosofia !
sergio velloso

Escândalo no Céu: João Baptista descanonizado!

Encíclica do papa Pio XI, "Quas primas":
Muito bem nos indica São Cirilo de Alexandria, bispo e doutor da Igreja, sobre qual fundamento se apoiam a dignidade e o poder real de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo: " Para tudo dizer, em uma palavra, sua soberania sobre todas as criaturas, Jesus não a conquistou pela força, nem sequer a recebeu do exterior, possui-a por seu essência e por sua …More
Encíclica do papa Pio XI, "Quas primas":
Muito bem nos indica São Cirilo de Alexandria, bispo e doutor da Igreja, sobre qual fundamento se apoiam a dignidade e o poder real de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo: " Para tudo dizer, em uma palavra, sua soberania sobre todas as criaturas, Jesus não a conquistou pela força, nem sequer a recebeu do exterior, possui-a por seu essência e por sua própria natureza"; em outras palavras, resulta seu poder real da união Nele de duas naturezas em uma só pessoa. Em consequência, os anjos e os homens não só devem adoração a Cristo, como também submeter-se à sua autoridade que, como homem (sem deixar de ser Deus) possui; pois, por força de sua união hipostática, tem poder sobre todas as criaturas.
sergio velloso

Escândalo no Céu: João Baptista descanonizado!

Acho que o aviso sobre a cronica, embora alguns católicos apos o concilio perdeu o Censo de filosofia , Tomista:
À mais espera!!, esqueci-me que a formação foi embora junto, a abominação chamada Paulo VI, E veio a falta de entendimento, intelectual Católico è também havia me esquecido!!!
mas vejam que se faz necessário entender a cronica, exposta no artigo como aviso aos desinformados sobre a …More
Acho que o aviso sobre a cronica, embora alguns católicos apos o concilio perdeu o Censo de filosofia , Tomista:
À mais espera!!, esqueci-me que a formação foi embora junto, a abominação chamada Paulo VI, E veio a falta de entendimento, intelectual Católico è também havia me esquecido!!!
mas vejam que se faz necessário entender a cronica, exposta no artigo como aviso aos desinformados sobre a nova, pastoralidade que a tudo penetra e deixa as pessoas , com falta-
defectum sensus communis, ..
sergio velloso

Does Williamson want an agreement with Rome?

D. Williamson já mais fara acardo, com A Roma (modernista ) alias foi este foi o motivo de ter avido a separação FSSPX de um possível acordo , com os Modernistas
muitos Padres e congregações se aliaram a D. Williamson , EM TODO MUNDO NASCENDO A RESISTÊNCIA AI oficialmente foi anunciado em julho de 20014 A UNIÃO SACERDOTAL MARCEL LEFEBVRE
Foi decidido pelos padres da Resistência juntament…
More
D. Williamson já mais fara acardo, com A Roma (modernista ) alias foi este foi o motivo de ter avido a separação FSSPX de um possível acordo , com os Modernistas
muitos Padres e congregações se aliaram a D. Williamson , EM TODO MUNDO NASCENDO A RESISTÊNCIA AI oficialmente foi anunciado em julho de 20014 A UNIÃO SACERDOTAL MARCEL LEFEBVRE
Foi decidido pelos padres da Resistência juntamente com Mons. Williamson, em reunião em Avrillé, prosseguir com a FSSPX sob o nome de União Sacerdotal Marcel Lefebvre. E é claro, sem arrogar-se qualquer autoridade, onde aí sim há o cisma, mas tão somente seguindo o que sempre se fez e onde se fez: prosseguir na Igreja e na FSSPX, sem vínculo com a respectiva a FSSPX.
FONTE , NO SITE OFICIAL DA UNIÃO SACERDOTAL MARCEL LEFEBVRE/
nonpossumus-vcr.blogspot.com.br/…/surge-la-union-…
sergio velloso

Does Williamson want an agreement with Rome?

CARTA DE APOYO A MONSEÑOR WILLIAMSON

CARTA DE APOYO A MONSEÑOR WILLIAMSON

Nosotros, los que abajo suscribimos, queremos darle nuestro apoyo y adhesión a Su Excelencia Reverendísima Monseñor Richard Williamson.
Estamos conscientes que Monseñor Williamson está perseguido a causa de la fe, no por su supuesta “desobediencia”a los tiranos que habitan en Menzingen.
Está perseguido …
More
CARTA DE APOYO A MONSEÑOR WILLIAMSON

CARTA DE APOYO A MONSEÑOR WILLIAMSON

Nosotros, los que abajo suscribimos, queremos darle nuestro apoyo y adhesión a Su Excelencia Reverendísima Monseñor Richard Williamson.
Estamos conscientes que Monseñor Williamson está perseguido a causa de la fe, no por su supuesta “desobediencia”a los tiranos que habitan en Menzingen.
Está perseguido porque habla con la Verdad, porque molesta enormemente a los “hermanos mayores” de Monseñor Fellay, porque estorba sus planes de adhesión a Roma, que tienen por objeto darle el golpe final a la Tradición, y por ende, a la Fe.
Pero no lo vamos a dejar solo. No queremos ser de esos católicos cobardes que se esconden por miedo a nuestros enemigos. No queremos ser cómplices, mediante el silencio indolente y la cómoda inacción, de los que un día van a terminar vendiendo la Fraternidad a la Neo-Roma.
No podemos aceptar la exclusión de nuestro amado obispo; su único “pecado” es haber transmitido lo que recibió. Debemos apoyarlo no solamente con palabras, sino con hechos. Si queremos que Monseñor Williamson tome su báculo de pastor para guiarnos, debemos actuar firmemente.
Monseñor Williamson piensa y habla con la Verdad. Por esto es el digno heredero de Monseñor Lefebvre.

MÉJICO.-


ESTADÍSTICAS DE LA RESISTENCIA

OBISPO:

S.E.R. Monseñor Richard N. Williamson FSSPX (Inglaterra)

COMUNIDADES RELIGIOSAS:

1. Monasterio de la Santa Cruz OSB, Nova Friburgo, Brasil.
2. Monasterio de Nuestra Señora de la Fe y del Rosario (FBMV), Candeias, Bahía, Brasil.
3. Dominicos de Avrillé, Francia.
4. Monasterio de San José OSB, Santa Sofía, Boyacá, Colombia.
5. Convento Esclavas de María Reina de la Paz, Mato Grosso do Sul, Brasil.
6. Carmelo de San José, Alemania.
7.Apostolado n.s.r.Lepanto, Brasil

SACERDOTES :

1. Abraham, Steven FSSPX [1] (Inglaterra)
2. Abrahamowicz, Florian FSSPX [2] (Italia) Nota: este Sacerdote fue expulsado de la FSSPX antes de la crisis del 2012, pero se ha unido a la Resistencia.
3. Altamira, Fernando FSSPX [3] prior (Argentina)
4. Arízaga, Rafael OSB (México)
5. Avril, Maurice fundador de la obra de Notre-Dame de Salérans, (Francia)
6. Bitzer, Gavin (E.U.A)
7. Brito, Jahir FBMV (Brasil)
8. Bruno OSB (Francia)
9. Bufe, Craig SSPX [4] (Irlanda)
10. Cardozo, Ernesto FSSPX [5] (Argentina)
11. Chazal, Francois FSSPX [6] (Francia)
12. Dardis, Brendan O.S.B. (E.U.A.)
13. de Mérode, Roland FSSPX [7], prior (Francia)
14. de Sainte-Marie d’Agneau, Hubert FSSPX [8] (Francia)
15. Dominic Mary of the Pillar OP (E.U.A.)
16. Elijah OFM (Asia)
17. Faure, Jean Michel FSSPX [9] (Francia)
18. Fuchs, Martin FSSPX [10] (Austria)
19. Gabert Masi, Marcelo (Brasil)
20. Girouard, Patrick FSSPX [11] (Canadá)
21. Gruner, Nicholas (Canadá)
22. Hewko, David FSSPX [12] (E.U.A.)
23. Joaquim Daniel Maria de Sant’Ana FBVM (Brasil)
24. Kramer, Paul (Irlanda)
25. Makarios (Brasil)
26. Méramo, Basilio FSSPX [13] (Colombia)
27. N’dong, Pierre-Célestin FSSPX [14] (Gabón)
28. Nariai, John (Japón)
29. O'Connor, John (E.U.A)
30. Ortiz, Juan Carlos FSSPX [15](Colombia)
31. Pfeiffer, Joseph FSSPX [16] (E.U.A.)
32. Picot, Rémi FSSPX [17] (Francia)
33. Pinaud, Nicolas FSSPX [18] (Francia)
34. Pivert, Francois FSSPX [19] (Francia)
35. Raffali (Francia)
36. Raja, Pancras (India)
37. Ribas, Ramiro (España)
38. Ringrose, Ronald (E.U.A.)
39. Rioult, Olivier FSSPX [20] (Francia)
40. Ruiz, Hugo FSSPX [21] (México)
41. Salenave, Mathieu FSSPX [22] (Francia)
42. Sauer, Frank FSSPX [23] (Alemania)
43. Tomás de Aquino OSB (Brasil)
44. Trauner, Arnold FSSPX [24] (Austria)
45. Trincado, René FSSPX [25] (Chile)
46. Vargas, Arturo FSSPX [26] (México)
47. Vignalou, Pierre FSSPX [27] (Francia)
48. Voigt, Richard SDB (E.U.A.)
49. Weinzierl, Hermann FSSPX [28] (Alemania)
50. Zaby, Bernhard FSSPX [29] (Alemania)
51. Pierre-Marie OP con
61. los otros 10 sacerdotes Dominicos de Avrillé (7 de Francia, 2 de E.U.A., 1 de Polonia)

MIEMBROS DE LA FSSPX: 30
NO MIEMBROS DE LA FSSPX: 32

NACIONALIDADES:

Francia: 22
E.U.A.: 10
Brasil: 5
Alemania: 3
Méjico: 3
Argentina: 2
Austria: 2
Canadá: 2
Colombia: 2
España: 1
Inglaterra: 2
Chile: 1
Gabón: 1
Japón: 1
India: 1
Italia: 1
Irlanda: 1
Polonia: 1
Indeterminado: 1
sergio velloso

Jesuita español Masiá niega Asunción de la Virgen María

Esse pseudo , Jesuíta é pobre velho cansado !! já esta acabado, é como um 'Cadaver em decomposição, um açambarcador !! não entende nada se as Doutrinas espirituais na verdade não limitam a mente como fazem as negações materialistas. Mesmo que eu creia em imortalidade eu posso não pensar sobre isso. Mas se eu descreio na imortalidade eu devo não pensar nisso.!!! mas estamos a caminho talvez ! da …More
Esse pseudo , Jesuíta é pobre velho cansado !! já esta acabado, é como um 'Cadaver em decomposição, um açambarcador !! não entende nada se as Doutrinas espirituais na verdade não limitam a mente como fazem as negações materialistas. Mesmo que eu creia em imortalidade eu posso não pensar sobre isso. Mas se eu descreio na imortalidade eu devo não pensar nisso.!!! mas estamos a caminho talvez ! da ultima cruzada, estes tipos, vão desocupar a Roma eterna! porque o dia da desocupação sera de batalha ! e hereges como esse não sera perdoado por nós ! viva Cristo Rei ! résistance catholique vivant!
sergio velloso

VÁ COM CALMA NÃO FUI EU QUEM DISSE ISSO ! QUEM É O PAPA ?

Ésta noticia foi ao ar na radio A.N.S.R em 14 de junho 2013, com mais de 2000 emails recebidos , com uma grande repercução o tema deu muits respóstas de fiéis que na realidade estão ainda, chocados e mais de 90% dos fies estão descontentes com este fato da renucia de BENTO XVI.
E acham , que Igreja esta (desorganizada).
sergio velloso

Die Heilige Messe vom Donnerstag der Osterwoche

Don Reto Nay , um grande sacerdote !
Locais de Missa Tridentina por Estado no Brasil.veja no link.
www.missatridentina.com.br/index.php
sergio velloso

Victimae paschali laudes - Eastern Hymn

muito bom ! uma Sta. Pascoa para vcs.. !!

SERGIO VELLOSO
A.N.S.R LEPANT
sergio velloso

A HISTÓRIA DO PAPA PIO XII "PASTOR ANGELICUS"

o filme "Pastor Angelicus", produzido pela TV italiana, em que o próprio Pio XII atua. O título deriva das profecias de São Malaquias.
sergio velloso

A Missa de Sempre - Pe.Cardozo interessantíssima explicação !

Locais de Missa Tridentina por Estado no Brasil.veja no link.
www.missatridentina.com.br/index.php
sergio velloso

A AUTENTICA STA. MISSA CELEBRADA por sua Exel.Dom Richard Williamson

ÉSTA É A SANTA MISSA A Missa Católica é a mais perfeita representação do irrevogável ato de salvação do Nosso Senhor Jesus Cristo, Seu sacrifício na Cruz. Cada Missa deve manifestar perfeitamente essa doutrina católica através de suas orações e rituais. A liturgia autêntica deve honrar e glorificar a Deus, expiar os homens de seus pecados, e agradecer a Deus pelas graças que Ele …More
ÉSTA É A SANTA MISSA A Missa Católica é a mais perfeita representação do irrevogável ato de salvação do Nosso Senhor Jesus Cristo, Seu sacrifício na Cruz. Cada Missa deve manifestar perfeitamente essa doutrina católica através de suas orações e rituais. A liturgia autêntica deve honrar e glorificar a Deus, expiar os homens de seus pecados, e agradecer a Deus pelas graças que Ele concedeu ao mundo. No Santo Sacrifício, mais do que em qualquer outra manifestação de nosso culto a Deus, tem uma plena realização a palavara de Santo Agostinho: “Colimus Deum precando, colit nos Deus miserando.” Rendemos culto a Deus, rezando, e Deus cuida de nós, comunicando-nos os tesouros de sua misericórdia. Nossas relações para com Deus são expressas pela Oração e pelo Sacrifício; as relações de Deus para conosco são o exercício de sua misericórdia infinita, instruindo-nos e comunicando-se a nós. E onde melhor se realizará esse intercâmbio spiritual do que no Santo Sacrifício da Missa? Nele falamos a Deus e Ele nos fala: nele nos oferecemos a Deus em união com o divino Medianeiro, que é Jesus Cristo, e Ele se une às nossas almas, no Sacramento do amor. RITO TRIDENTINO A Forma Extraordinária do Rito Romano é a liturgia da Igreja Católica em uso antes da reforma do Concílio Vaticano II. Inclui a missa, os sacramentos, vários ritos de bençãos e mais. A Missa é as vezes chamada de Missa “Tridentina” porque “Tridentino” se refere ao Concílio de Trento (1545-1563), que unificou a prática litúrgica na Igreja Ocidental. O Papa São Pio V alcançou esta meta em 1570 quando emitiu a restauração do Missal Romano após o Concilio. A Missa Tridentina foi baseada nas mais antigas e veneráveis fontes litúrgicas Ocidentais. São Pio V decretou na Bula Papal conhecida como Quo Primum que seu único rito de Missa fosse usado por todos na Santa Igreja. No entanto, exceções foram feitas para os ritos que tinham estado em uso contínuo por pelo menos 200 anos. Por que o Latim? O latim continua sendo a língua oficial da Igreja Católica Romana e tem sido usado como a língua litúrgica no Ocidente desde o século III. A natureza imutável do latim tem conservado a doutrina ortodoxa da Missa, que nos foi herdada dos pais da Santa Igreja. O uso do latim na Missa e em documentos oficiais da Igreja tem sido fundamental em apoiar a universalidade e unidade da Igreja. O papa Bento XVI indicou o uso de latim e o canto Gregoriano na liturgia na sua Exortação Papal de 2007 sobre a Eucaristia Sacramentum Caritatis. Embora a Missa Tradicional seja dita ou cantada em latim, a maioria dos fiéis que participam na liturgia usam seus próprios livros de oração (missais), que contém o texto em latim acompanhado por sua tradução no vernáculo. As regras que explicam como tal participação deve ocorrer estão na encíclica Mediador Dei do Papa São Pio XII, par. 106.
sergio velloso

O SUMO PONTÍFICE PÓDE RENUNCIAR ?

A sacralização é um dado imutável?

Imutável não, mas certamente não é suficiente a renúncia de um papa para interromper e romper essa tendência. O papa, nos primeiros séculos cristãos, era definido como "sucessor de Pedro", depois se tornou "vigário de Cristo" e, por fim, com uma forte insistência nesse ponto na era da secularização, "vigário de Deus". Trata-se de um mecanismo em curso há …More
A sacralização é um dado imutável?

Imutável não, mas certamente não é suficiente a renúncia de um papa para interromper e romper essa tendência. O papa, nos primeiros séculos cristãos, era definido como "sucessor de Pedro", depois se tornou "vigário de Cristo" e, por fim, com uma forte insistência nesse ponto na era da secularização, "vigário de Deus". Trata-se de um mecanismo em curso há séculos, fortemente enraizado na mentalidade católica, que dificilmente pode ser desmontado pela renúncia de um pontífice. Parece-me que é preciso um tempo longo e mais gestos para dessacralizar a figura papal.
sergio velloso

O SUMO PONTÍFICE PÓDE RENUNCIAR ?

BEM!! NA DIALÉTICA , MODERNISTA PÓDE TUDO, RENUNCIAR, CASAR ,
SER OMOSEXUAL, EM FIM DESPOJAR -SE DE TUDO QUE SEJA IGREJA !!!
MAS NA TRADIÇÃO DA IGREJA ESTOU DIZENDO SEM RUPTURA É CLARO!, DESDE SUA FUNDAÇÃO , NUNCA E JAMAIS FOI POSSIVEL !!, MAS APÓS O FAMIGERADO CV II,PÓDE TUDO E ALGO MAIS !! MAS COM OS MOTIVOS ALEGADOS PARA A RENUNCIA É HERESIA PURA!!!!!!!!!!

MAS AIND…More
BEM!! NA DIALÉTICA , MODERNISTA PÓDE TUDO, RENUNCIAR, CASAR ,
SER OMOSEXUAL, EM FIM DESPOJAR -SE DE TUDO QUE SEJA IGREJA !!!
MAS NA TRADIÇÃO DA IGREJA ESTOU DIZENDO SEM RUPTURA É CLARO!, DESDE SUA FUNDAÇÃO , NUNCA E JAMAIS FOI POSSIVEL !!, MAS APÓS O FAMIGERADO CV II,PÓDE TUDO E ALGO MAIS !! MAS COM OS MOTIVOS ALEGADOS PARA A RENUNCIA É HERESIA PURA!!!!!!!!!!

MAS AINDA BEM QUE TODO ESTE MAL O SINQUENTÃO VII!! , ESTA NO SEU CAMINHO FINAL DO CADAFALSO!!! DEO GRATIAS !
sergio velloso

APOSTOLADO .N.S.R LEPANTO/ A VIDA DA GRAÇA: AS TRÊS VIAS E AS TRÊS CONVERSÕES , PE. REGINALD …

UM TEMA INTERESSANTISSIMO QUE VAMOS APRESENTAR / A VIDA DA GRAÇA: AS TRÊS VIAS E AS TRÊS CONVERSÕES , PE. REGINALD GARRIGOU LAGRANGE

WWW.ANSRLEPANTO.COM.BR
apostnsrlepanto.blogspot.com
sergio velloso

AS TRÊS VIAS E AS TRÊS CONVERSÕES/ PARTE 1:

PE. REGINALD GARRIGOU LAGRANGE : A obra deste mestre em Teologia, na qual vamos apresentar em um relato breve as grandes linhas, as da teologia ascética e mistica
www.ansrlepanto.com.br
apostnsrlepanto.blogspot.com
sergio velloso

Rito Extraordinário em São Caetano do Sul - SP

E nome de todo o "Apostolado Nossa Senhora do Rosario de Lepanto"

os nóssos Parabens ao Reverendiss. P.E Jefferson, e tambem pelo motivo de sermos divulgadores da Sta Missa Tradicional, no Brasil, e toda a América Latina, principalmente para mim que cheguei no bairro V. Prosperidade com 11 anos de idade fui criado e sai deste bairro com 23 anos de idade me sinto Honrado!! com a presença da STA …More
E nome de todo o "Apostolado Nossa Senhora do Rosario de Lepanto"

os nóssos Parabens ao Reverendiss. P.E Jefferson, e tambem pelo motivo de sermos divulgadores da Sta Missa Tradicional, no Brasil, e toda a América Latina, principalmente para mim que cheguei no bairro V. Prosperidade com 11 anos de idade fui criado e sai deste bairro com 23 anos de idade me sinto Honrado!! com a presença da STA MISSA.

A.N.S.R. LEPANTO

Sergio Velloso
sergio velloso

Música da Cassiane (protestante) na Santa Missa?! Aff!!!

ÉSSA ARRUAÇA VAI ACABAR LÓGO LÓGO!!
sergio velloso

Filoteia I

UMA BÉLISSIMA AULA! TEM UM GRANDE TEOR INSTRUTIVO

PARA BENS PROF. CLAUDIO

SERGIO VELLOSO
A.N.S.R.LEPANTO
sergio velloso

Rorate-Messe

"DEO GRATIAS" ÉSTA MISSA DE D. RETO NAI É MUITO BÉLISSIMA,
E LUCIA CANTA MUITO BEM!! COMO UM ANJO

SALVE MARIA ! A TODOS E QUE DEUS OS ABENÇOE

ANSR LEPANTO

sergio velloso
sergio velloso

Monseñor Lefebvre, un obispo para la Iglesia

HOJE OS CATÓLICOS DA TRADIÇÃO TEM EM SUA CONSCIENCIA, QUE MONSENHOR LEFEBVRE SUSTENTOU O AUTENTICO CATOLICISMO, COMO UM HEROI NA IGREJA, PARA TODAS AS GERAÇÕES!
PORQUE MONSENHOR LEFEBVRE, OFUSCOU A MODERNIDADE HOJE NA IGREJA, NOS SERVE DE EXEMPLO E COMO SER UM AUTENTICO CATÓLICO! POR ISTO A FSSPX É O PRIORADO CATÓLICO, QUE NÃO PARA DE CRESCER NO …More
HOJE OS CATÓLICOS DA TRADIÇÃO TEM EM SUA CONSCIENCIA, QUE MONSENHOR LEFEBVRE SUSTENTOU O AUTENTICO CATOLICISMO, COMO UM HEROI NA IGREJA, PARA TODAS AS GERAÇÕES!
PORQUE MONSENHOR LEFEBVRE, OFUSCOU A MODERNIDADE HOJE NA IGREJA, NOS SERVE DE EXEMPLO E COMO SER UM AUTENTICO CATÓLICO! POR ISTO A FSSPX É O PRIORADO CATÓLICO, QUE NÃO PARA DE CRESCER NO MUNDO INTEIRO! "DEO GRÁTIAS"

APOSTOLADO NOSSA SENHORA DO ROSARIO DE LEPANTO

SERGIO VELLOSO
sergio velloso

Pontificio Seminario Romano Maggiore

acho que não presiso faser comentarios!

ISTO NÃO PASSA DE UMA PALHAÇ......!!!!!!!

APOSTOLADO NOSSA SENHORA DO ROSARIO DE LEPANTO

SERGIO VELLOSO
sergio velloso

Ave Maria Je vous salue Marie

ésta oração em breve!
estara gravada na mente de muitos catolicos,e faram esta oração tão linda! na lingua da Igreja em todos os mentos de suas vidas.

SERGIO VELLOSO

APOSTOLADO NOSSA SENHORA DO ROSARIO DE LEPANTO
sergio velloso

As Servas dos Pobres: As Irmãs Missionárias

O AMOR POR NOSSO SENHOR JESUS CRISTO!nos FAZ AMAR AO PROXIMO COMO A NÓS MESMOS, ESTÃO DE PARA BENS AS IRMÃS QUE AJUDAM ESTAS ALMAS,SÃO DIGNAS DE SER SERVAS DO SENHOR!

SERGIO VELLOSO

APOSTOLADO NOSSA SENHORA DO ROSARIO DE LEPANTO

IN CORDE, JESU. SEMPER
sergio velloso

La Bamba Carmelita (Vocación)

de onde apareceu éstas freiras ? acho que elas estão em lugar errado!

SÃO PIO X condenou o modernismo, no seu tempo imagine agóra então!

sergio velloso
sergio velloso

Homilia do I Domingo da Quaresma - Pe. Paulo Iubel

ao Pe. Paulo,Salve Maria, bonita omilia ! nósso "Senhor Jesus Cristo",condusiu muito bem seu rebanho,e da mesma maneira o sr Pe. o faz tambem.

APOSTOLADO NOSSA SENHORA DO ROSARIO DELEPANTO

SERGIO VELLOSO
sergio velloso

Papa: O crucifixo enriquece de significado a vida

O SANTO PADRE, FALOU CORRETAMENTE SOBRE O CRUCIFIXO! A VIDA PARA SER CONDUZIDA DE MÓDO CATOLICO, DEVE TRAZER CONSIGO ESSE TRAÇO DE GRANDEZA E DE SERIEDADE,SEM O QUAL ELA NÃO VALE NADA. A VIDA HUMANA É UMA PARTICIPAÇÃO NA CRUZ DE NÓSSO SENHOR JESUS CRISTO!

APOSTOLADO NOSSA SENHORA DO ROSARIO DE LEPANTO

Sergio Velloso
sergio velloso

Das Begräbnis eines katholischen War Hero: Col. John W. Ripley USMC

TEMOS QUE HONRAR A DEUS! QUEM COMBATEU UM BOM COMBATE , MERÉCE O HEROISMO E A HONRA DE ESTAR JUNTO A DEUS.

Apostolado nóssa Senhora do Rosario de Lepanto

Sergio Velloso
sergio velloso

Homilia do Domingo da Septuagésima - Pe. Paulo Iubel

AO PE PAULO EA TODOS DA SÃO PIO V SALVE MARIA, MUITO BONITA A HOMILIA ,O SR PE PAULO É UM AUTENTICO SACERDOTE DA IGREJA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO!

IN CORD JESU, SEMPER

APOSTOLADO NOSSA SENHORA DO ROSARIO DELEPANTO

Sergio Velloso
sergio velloso

DVD von Ecclesia Dei

O APOSTOLADO NOSSA SENHORA DO ROSARIO DE LEPANTO
NO BRASIL . AGRADECE , OBRIGADO SUA SANTITADE BENTO XVI
POR TERMOS A SANTA MISSA TRADICIONAL EM MUITAS PAROQUIAS NO BRASIL E MUITO FREQUENTADA !

DEO GRATIAS! SERGIO VELLOSO