Idioma
Cliques
80
pt.news

Vaticano cassa reitor pró-gay na Alemanha

O padre jesuíta Ansgar Wucherpfenning, de 52 anos, não terá um terceiro mandato de dois anos como reitor da Universidade Jesuíta de Teologia St. Georgen, em Frankfurt - Alemanha.

De acordo com a mídia oligarca, a Congregação para a Educação Católica recusou-se a efetivar a sua eleição devido ao envolvimento de Wucherpfenning na subcultura gay local.

Wucherpfenning, que também é capelão para uma seção de homossexuais em Frankfurt, condenou passagens bíblicas contra o homossexualismo e é a favor de abençoar concubinatos gays. A Congregação pediu que Wucherpfenning retirasse os seus posicionamentos pró-gays.

O bispo de Limburgo, Georg Bätzing, e o jesuíta provincial Johannes Siebner [e a mídia oligarca] defendem Wucherpfenning "incondicionalmente".

Fotografia: Sankt Georgen © wikicommons, CC BY-SA, #newsQxtwzcahdd
Escreva um comentário