3
4
1
2
Clicks8.3K

Livro: Guerreiros da Virgem - A RÉPLICA DA AUTENTICIDADE - A TFP sem segredos.

Rodrigo†
11
Guerreiros da Virgem: a réplica da autenticidade - A TFP sem segredos "Toda a luta que venho desenvolvendo contra a Revolução não ficaria adequadamente descrita se não mencionasse a contra-ofensiva …More
Guerreiros da Virgem: a réplica da autenticidade - A TFP sem segredos
"Toda a luta que venho desenvolvendo contra a Revolução não ficaria adequadamente descrita se não mencionasse a contra-ofensiva dos adversários, que se segue a cada lance maior desse combate.
Enveredar pela narração pormenorizada de tal contra-investida seria alongar em demasia esteauto-retrato filosófico. Restrinjo-me a um exemplo típico.
Apenas oito dias após seu primeiro lance na batalha anti-agro-reformista que acaba de ser descrita, a TFP era objeto de uma investida publicitária em matéria alheia à controvérsia agrária: uma reportagem publicada em "O Estado de S. Paulo", ocupando página inteira, sob o títuloGuerreiros da Virgem, escravos da TFP.
Tal reportagem fora precedida por vistosa propaganda publicada durante todos os dias da semana anterior.
Fazendo eco à publicidade de "O Estado de S. Paulo", 29 outros jornais e revistas de todo o País divulgaram matérias de variadas extensões, com esse mesmo conteúdo.
O eixo de toda a celeuma era o livroGuerreiros da Virgem -- A vida secreta da TFP, pouco depois colocado à venda nas livrarias de São Paulo e de outras cidades do Brasil. Seu autor, o Sr. José Antonio Pedriali, fora cooperador da entidade, e agora integrava o quadro de jornalistas de "O Estado de S. Paulo".
Para condensar numa única frase todo o extenso corpo de acusações do Sr. J.A.P., pode-se dizer que, segundo ele, a TFP seria umaseitade caráter iniciático que, por meio dalavagem cerebral, produz efeitos altamente danosos sobre seus sócios e cooperadores.
Tão pesadas acusações eram feitas em tom de uma aparente naturalidade, quase sorridente. Ao mesmo tempo, o livro inclui descrições tão cruamente imorais, e até tão obscenas, de lances da conduta do autor em seu processo de afastamento da TFP, que poderiam figurar na farta literatura pornográfica atualmente em curso no País.
Tudo isto vinha à tona, como foi dito, no preciso momento em que a TFP se erguia mais uma vez contra a Reforma Agrária socialista e confiscatória. Procurava-se inculcar no público uma nova imagem da entidade: a TFP não seria... anticomunista! Não seria o que todo o povo brasileiro sabe que, desde sua fundação, ela é de modo ininterrupto, notório e heróico. Seria, pelo contrário, umaseitaobscura, e todo o gigantesco esforço anticomunista de seus sócios e cooperadores não passaria de uma miragem, de um embuste.
Apesar da propaganda estrondejante que precedeu e acompanhou o lançamento desse livro, ele nem de longe causou o efeito que seu autor e a lançadora pareciam esperar.
"Tudo quanto é exagerado é insignificante"-- afirmou Talleyrand. O desmesurado, o evidentemente inverossímil da acusação do Sr. J. A. Pedriali reduziu-a liminarmente à merecida insignificância.
A resposta da TFP a essas acusações constou do livro que escrevi,Guerreiros da Virgem: a réplica da autenticidade -- A TFP sem segredos(Editora Vera Cruz, São Paulo, 1985, 333 pp.). Nele aponto as manipulações que se têm feito da palavraseita, com vistas a denegrir as entidades que, como a TFP, levantem obstáculos ao processo revolucionário. Ali mostro, também, quelavagem cerebralé uma expressão jornalística que os cientistas de bom quilate não levam a sério.
Como de hábito, à réplica da TFP seguiu-se o silêncio dos adversários, que nada encontraram para treplicar.
Na verdade, as batalhas da TFP, nas quais, como é óbvio, me encontro pessoalmente envolvido, caracterizam-se por umritornello: 1º) a uma campanha nossa segue-se uma contra-ofensiva dos adversários sobre um ponto extrínseco ao tema da campanha; 2º) a TFP refuta as acusações dos adversários e estes se calam; 3º) tempos depois (às vezes anos), os adversários (os mesmos ou outros) voltam às acusações iniciais, como se nada houvesse sido refutado!..."
Fonte:www.catolicismo.com.br/materia/materia.cfm
Fábio Pessanha likes this.
Indignant Catholic
Os“Arautos do Evangelho”deMons. João Scognamiglio Cláé uma seita delirante espólio da TFP (assim como o IPCO - Instituto Plínio Correa de Oliveira) com fachada de Catolicismo, mas que por trás presta um culto secreto a figura de Dr. Plínio e sua mãe Dona Lucila. Um culto delirante onde se adora Dr. Plínio como um profeta, imortal (embora esteja mortinho da silva), inerrante e O Justo e …More
Os“Arautos do Evangelho”deMons. João Scognamiglio Cláé uma seita delirante espólio da TFP (assim como o IPCO - Instituto Plínio Correa de Oliveira) com fachada de Catolicismo, mas que por trás presta um culto secreto a figura de Dr. Plínio e sua mãe Dona Lucila. Um culto delirante onde se adora Dr. Plínio como um profeta, imortal (embora esteja mortinho da silva), inerrante e O Justo e Inocente e reza-se ladainhas a eles. É ensinado para os "Arautos" que para se ganhar a vida eterna é preciso se unir a Dr. Plínio. Não acreditam? Ouçam o próprio Mons. João Clá ensinando isso numa das reuniões secretas.

www.youtube.com/watch

E saibam mais sobre essa loucura em (link)