Clicks66
pt.news

Cardeal da Cúria encarrega imigração em massa a outros: "Temos dinheiro"

Em nome de Francisco, o cardeal da Cúria Konrad Krajewski trouxe 33 imigrantes muçulmanos para Roma a partir de Lesbos - Grécia. Outros dez chegarão na semana que vem.

Os imigrantes ficarão a cargo do Estado italiano. Krajewski também deseja que "cardeais, bispos e sacerdotes:" os recebam. O salário médio de um sacerdote italiano é de aproximadamente 900 euros. Krajewski ganha cinco vezes mais.

Ele imagina que, se "todo monastério, casa religiosa e paróquia" recebesse as pessoas, Lesbos estaria vazia. A maioria dos monastérios italianos está povoada por pessoas idosas que se esforçam para cuidarem se si mesmas.

De maio a dezembro, o número de imigrantes em massa em Lesbos subiu de 7.000 a 15.000.

Para Krajewski, o problema é simples: "Nós temos o dinheiro, o Santo Padre [que mora em um hotel 5 estrelas] quer uma Igreja pobre". Para críticos, Krajewski responde que "Jesus também foi desafiado".

A imigração em massa é uma forma de roubo populacional organizado por países ocidentais com carência de crianças, com a ajuda de traficantes de pessoas muito bem pagos. Ela leva os países de origem ao mesmo inverno demográfico que caiu sobre o ocidente.

Fotografia: Konrad Krajewski, © wikicommons, CC BY-SA, #newsTnbgkneeme