Clicks92
pt.news

Guerra aberta entre bispos holandeses

O bispo auxiliar de Haarlem-Amsterdam - Holanda, Jan Hendriks, defendeu a Comunhão aos Protestantes na Alemanha.

Ele apoiou, em sua página web, arsacal.nl (16 de maio), a ideia de que conferências episcopais podem decidir por si [contradizendo a outras conferências episcopais e ao Novo Testamento] para introduzir tal sacrilégio.

Hendriks foi nomeado, em 2011, por Bento XVI. Seu bispo diocesano, Josef Prunt, é considerado "conservador".

Dois dias depois de Hendriks, a arquidiocese de Utrecht, liderada pelo cardeal Willem Eijk afirmou o oposto (18 de maio).

A declaração prova, com a lei da Igreja, o Catecismo e documentos da Igreja, que não-católicos podem apenas receber a Sagrada Comunhão em uma "situação de emergência", mas que matrimônios mistos não podem ser considerados assim.

Parece que a declaração de Utrecht tenha sido uma resposta às propostas hereges de Hendriks.

Fotografia: Jan Hendriks, © Maarten Jansen, CC BY-SA, #newsQrglneusxs