Clicks117
pt.news

Becciu: “Sou inocente”

O cardeal Angelo Becciu disse a IlMessagero.it (25 de setembro) que aceitou o pedido de Francisco de se afastar "por um espírito de obediência e por amor que trago à Igreja e ao Papa", acrescentando que "sou inocente e vou provar”.

Becciu pede o direito de se defender. As acusações contra ele dizem respeito a um misterioso investimento em 2014 em uma propriedade de luxo em Londres e à promoção de interesses comerciais dos seus irmãos com dinheiro da Igreja.

Na semana passada, LaVerita.info relatou sobre um possível "golpe" envolvendo mais quatro propriedades do Vaticano em Londres compradas em 2014 com altas taxas de corretagem.

LaNuovaBq.it escreve que Francisco agiu como um líder da junta sul-americana ao expulsar Becciu, usando métodos que já aplicou contra Müller, Burke, Comastri, Gänswein e muitos outros.

Para LaNuovaBq.it, é especialmente preocupante que os dossiês sejam transmitidos à imprensa pela ordem da pessoa. Becciu é chamado de “corrupto” mesmo sem ser indiciado.

“Há uma execução pública da sentença sem julgamento”, observa LaNuovabq.it. Outros, como o cardeal Maradiaga, acusado de semelhante má conduta financeira, ainda desfrutam da proteção de Francisco.

Fotografia: Angelo Becciu, © Mazur, CC BY-NC-SA, #newsQptciepqfz