Clicks67
pt.news

Autocondenação de Francisco: “Nos consideramos justificados quando julgamos os outros com severidade”

Francisco, que segregou e discrimina os católicos, condenou a "segregação" e a "discriminação", alegando que "ninguém deve ser mantido longe da Igreja", enquanto falava com Roma a partir de Košice -Eslováquia.

“Não é fácil deixar o preconceito para trás, mesmo para os cristãos, não é fácil valorizar os outros, especialmente se os vemos como problemas ou inimigos, julgamos sem fazer nenhum esforço para conhecê-los ou ouvir sua história” - ele, sem querer, resumiu seu Traditionis Custodes.

E continuou falando sobre si mesmo: “Nós nos consideramos justificados quando somos duros no nosso julgamento dos outros, indulgentes conosco mesmos, mas inflexíveis com os outros. Quantas vezes nossos julgamentos são realmente preconceitos, isto é, pré-julgamentos? Com que frequência recorremos a rótulos? “É uma tradição consagrada pelos papas dizer “nós” em vez de "eu".

Fotografia: Vatican Media, #newsHzxexpwrbr