Clicks140
pt.news

Por que Francisco abandonou sua declaração de Hong Kong

O ministro das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, negou as alegações de que Pequim "pressionou" Francisco a não falar sobre Hong Kong durante seu discurso do Angelus no domingo passado.

Zhao disse em 9 de julho que “a China continuará a dialogar construtivamente com o Vaticano” [às custas dos católicos].

No domingo, o Gabinete de Imprensa da Santa Sé distribuiu de antemão uma cópia embargada das palavras de Francisco, incluindo um parágrafo de 150 palavras que tratava de Hong Kong, o qual Francisco omitiu.

Edward Pentin acredita que a razão para isso é a atuação imprevisível de Francisco no calor do momento, com base em seus sentimentos pessoais: "O que aconteceu no domingo pode muito bem ser o exemplo mais recente".

#newsFgixgwofoh