Clicks68
pt.news

Relatório francês de abusos é revelado como fraude: Francisco cancela audiência para o autor

Francisco cancelou uma audiência em 9 de dezembro com o fraudador francês Jean-Marc Sauvé.

Sauvé montou um absurda "denúncia de abuso" para os bispos franceses. Gloria.tv foi um dos poucos veículos que descobriram a fraude desde o início.

O provável motivo da audiência cancelada: La Croix informa (25 de novembro) que oito membros da Academia Católica da França publicaram um documento de 15 páginas denunciando o relatório por fragilidades metodológicas, teológicas e jurídicas, além de análises arriscadas.

Os signatários incluem o presidente da Academia, Hugues Portelli (senador francês, professor de Ciências Políticas), Padre Jean-Robert Armogathe (historiador), Pierre Manent (filósofo) e Padre Philippe Capelle-Dumont (filósofo).

Eles ressaltam que o número suposto de "330.000 vítimas" de abusos homossexuais, o único número citado pela mídia, contrasta fortemente com o número de testemunhos reais, que totalizou apenas 2.738 relatos não confirmados ao longo de muitas décadas.

O documento nota uma falta de "rigor científico" e uma "avaliação desproporcional" construída como "base para propostas para derrubar a instituição-Igreja".

Além disso, eles chamam de "deplorável" que um relatório que custou tanto exibe "uma eclesiologia imperfeita, uma exegese fraca, uma teologia moral desatualizada".

Em 2013, Sauvé presidiu o jantar anual de 2013 do Grande Loge de France.

Fotografia: Jean-Marc Sauvé © wikicommons, CC BY-SA, #newsGsdrxtqaid