pt.news
280

Cardeal Sarah: Arcebispo francês “ordena” como “diácono” mulher genitalmente mutilada (vídeo)

Durante uma conferência de 18 de setembro em Draguignan, França, o cardeal Sarah falou sobre um caso com que ele teve que lidar como prefeito da Congregação da Liturgia.

Ele foi contatado por um arcebispo francês sobre uma mulher que após onze anos de casamento decidiu se tornar “homem”.

Ela passou por um processo de mutilação genital em que seus seios e útero foram cortados - e decidiu entrar no seminário. Claramente, seu arcebispo a “ordenou” como “diácono” - e logo renunciou ao cargo depois disso.

Seu sucessor descobriu a bagunça três meses antes da data de ordenação ao sacerdócio e consultou Sarah, que - evidentemente - lhe disse para cancelar tudo. Sarah foi Prefeito para a Liturgia de novembro de 2014 a fevereiro de 2021. Os seguintes arcebispos franceses renunciaram durante o mandato de Sarah:

- Aix: Feidt
- Albi: Carré
- Auch: Gardès
- Bordeaux: Ricard
- Bourges: Maillard
- Clermont: Simon
- Lyon: Barbarin
- Marseille: Pontier
- Paris: Vingt-Trois
- Reims: Jordan
- Rouen: Descubes
- Sens: Patenôtre
- Strasbourg: Grallet
- Tours: Aubertin

#newsBgeuvofjgf

03:17